Brasil, estrela das redes sociais

Ao lado de Grécia e Turquia, o Brasil é uma das estrelas do relatório do Instituto Reuters, da Universidade Oxford, que avaliou o jornalismo no meio digital em 26 países. Cerca de 72% dos brasileiros dizem usar redes sociais para ler notícias, uma proporção maior que em Portugal (66%), Espanha (60%) e Estados Unidos (46%). O Brasil também é o país onde o acesso a conteúdo jornalístico pelas redes mais cresceu (18%). As mais usadas são Facebook (por 69%) e WhatsApp (39%).

Apesar da propaganda contra a imprensa profissional, 58% dos brasileiros confiam nas notícias, 56% nas empresas jornalísticas, e 54% nos jornalistas – o terceiro maior patamar de confiança entre os países estudados. Enquanto 69% acessam conteúdos de jornais e revistas, apenas 45% consumem o produzido por empresas exclusivas da internet. Entre os 26 países, somos o que apresenta maior grau de engajamento: 90% interagem de alguma forma; 60% fazem comentários ou reproduzem textos e vídeos em seus perfis. Também somos o terceiro país na proporção de internautas que pagam por notícias na rede – 22%, com um tíquete médio anual de R$ 46. O relatório só não responde como transformar esses indicadores positivos em solução para a crise financeira que acomete as empresas jornalísticas, com a migração de anúncios para Google e Facebook.

Fonte: O Estado de S.Paulo, 18/12/2016.

RELACIONADOS

Deixe um comentário