Crise mundial

Acompanhando pela mídia a atual crise mundial, não posso deixar de lembrar-me do que li a respeito de crise semelhante, iniciada em 1929, no governo Hoover, nos Estados Unidos e, só terminada em 1939. Assim  mesmo porque, naquele ano começou a segunda guerra mundial que aumentou a produção das fábricas americanas grandemente.

Estamos vendo o panorama atual com o governo americano gastando trilhões de dólares na manutenção de bases ao redor do mundo e gastos com  guerras inúteis. Vimos as discussões sobre o limite do endividamento americano. A respeito deste endividamento, a política exterior americana é um desastre. Por que manter, em vários países do mundo, mais de setenta bases militares, com custo superiores a um trilhão de dólares, quando a guerra fria, já terminou há muitos anos. Seguirão os Estados Unidos os exemplos da Grécia Antiga, de Alexandre o Grande, ou do Império Romano que tiveram o seu apogeu e depois desapareceram, pela inépcia de seus dirigentes?

A Europa, debate-se com várias nações, praticamente, em regime falimentar. Não acredito na sobrevivência do Euro.

E o Brasil? Como fica nesta situação?Apesar do Sr. Lula da Silva do alto de sua “sabedoria” ter dito que para o Brasil a crise era uma “marolinha,” a coisa não é bem assim. Grande problema brasileiro é a corrupção nos meios governamentais como estamos vendo no caso do Ministério dos Transportes. Outro grande problema brasileiro é o problema educacional e a falta de profissionais qualificados para operar órgãos públicos. Agora mesmo, vemos hospital público no Rio de Janeiro, fechando as portas, por falta de médicos para operarem suas diversas clínicas. O problema da violência, é grave pelo que vemos diariamente nos jornais. Tudo isto, porque não temos classe política a altura para resolver adequadamente todos estes problemas, devido principalmente ao defeituoso sistema de eleições proporcionais ora existente. Se não resolvermos a maneira de elegermos bons representantes do povo, jamais teremos progresso. Sobre a demagogia dos nossos atuais políticos lembro-me de Abraham Lincoln: “Demagogia é a capacidade de vestir as palavras menores com as palavras maiores”.

 

RELACIONADOS

Deixe um comentário

1 comment

  1. José Paulo de Macedo Soares Junior

    Prezado José Celso de Macedo Soares

    Excelente resumo do cenário atual.