Revista “Voto” publica perfil da diretora-executiva do Millenium

Priscila Barbosa Pereira Pinto: a difusora de conhecimento

Não é preciso muito tempo para saber como a brasiliense Priscila Barbosa Pereira Pinto, de 41 anos, tornou-se diretora-executiva do centro nacional de pensamento Instituto Millenium, com sede no Rio de Janeiro. Obstinada desde criança a entender as relações sociais e políticas fizeram com que ela trilhasse um caminho um tanto curioso e de dar inveja a muitos profissionais. No trabalho do Instituto Millenium, que é responsável por promover e distribuir conhecimento, Priscila é responsável pelo desenvolvimento de projetos, que tem entre as ações o “Imil na sala de aula”. Voltada ao público universitário, a atividade mostra caminhos aos jovens por meio da informação, trabalho esse que ela resume como “tirá-los da apatia social”.

Outro projeto é o “Millenium nas redações”, direcionado exclusivamente aos jornalistas. Além disso, o Instituto atua na promoção de diversos eventos ligados à área de desenvolvimento social. É com esse trabalho que o Instituto se consolida como um centro de pensamento no país e tendo, entre os seus mantenedores, nomes de reconhecimento nacional, como os de Armínio Fraga, Helio Beltrão e Jorge Gerdau Johannpeter.

Para entender esse desejo em promover a troca de conhecimento e informação, é preciso acompanhar a sua trajetória. Filha de diplomatas, nasceu em Brasília e se considera integrante da “primeira geração da capital federal”. Teve contato direto com a arte e uma grande curiosidade pela área de Ciências Sociais. Ainda jovem, trocou o Brasil e foi estudar na Fordham University, em Nova Iorque. Para complementar, cursou mestrado em Gerenciamento Político pela George Washington University, em Washington DC. Essa formação fez com que pudesse desenvolver projetos mais audaciosos.

Atuando no terceiro setor, tornou-se assessora da National Organization for Women (Now), organização internacional de apoio às mulheres, atuou no Congresso norte-americano, tendo contato direto com senadores. E essa experiência, ela trouxe em seguida para o Brasil, não para atuar no setor privado, mas para concretizar um desejo. Também formada em Pedagogia, pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (RJ), Priscila abriu uma escola destinada a crianças com até 3 anos de idade com o enfoque de auxiliar em seu desenvolvimento.
Em seguida, tornou-se administradora do Departamento de Notícias da Bloomberg na América Latina, com sede em São Paulo. Durante um dos eventos internacionais, na Columbia University, em Nova Iorque, foi convidada a integrar a equipe do Instituto. “O trabalho no Millenium permite que utilize as minhas experiências de vida e, ao mesmo tempo, é um local de constante produção e distribuição de conhecimento.”

 

Fonte: Revista Voto

RELACIONADOS

Deixe um comentário