Mercados abriram “estressados”, diante do aperto monetário em vista na China e os resultados inócuos da reunião de Cúpula do G-20. Ao longo do dia, os mercados na Europa e nos EUA, assim como aqui no Brasil se mantiveram no vermelho, sem força para reação. Nem o Índice de Confiança de Michigan serviu para reverter isto. Em outubro este índice veio a 69,3 pontos, contra expectativa de 63. No G-20, poucos avanços, a não ser pelo aprofundamento no debate em torno dos indicadores de desequilíbrio, a serem melhor debatidos em 2011. No Brasil, saíram os dados de varejo de setembro (PMC-IBGE) e o IGP-M da primeira prévia de novembro. Vendas avançaram 0,4% contra agosto e índice da FGV foi a 0,79%. Ao fim deste ano, vendas devem avançar 11%, recuando a 6,5% no ano que vem, e o IGP-M registrar 0,9% ao fim do mês.

RELACIONADOS

Deixe um comentário