O Instituto Millenium e o Brasil contemporâneo

O Instituto Millenium nasceu de uma necessidade profundamente latente na sociedade brasileira e que estava à procura de encontrar o momento e os meios de emergir à sua completa manifestação. Pessoal e institucionalmente, ao tomar conhecimento do Instituto Millenium comemorei com alegria a existência de uma instituicão dedicada à defesa dos mesmos valores e princípios por mim defendidos. Grupos diferentes entre si achavam-se dispersos apesar de compartilharem as mesmas idéias, e o Millenium vem assumindo essa liderança de vanguarda gradativa e aceleradamente ao atrair para si de modo aglutinador essas forças até então agindo de forma desorganizada.

O Millenium nasceu já com uma grandeza própria das autênticas e sinceras necessidades do Brasil contemporâneo. Ele demonstra que nem tudo está perdido. A arte e a ciência de reunir pessoas físicas e jurídicas, expondo as convergências, são fundamentais para a estruturação do Brasil do futuro. A solidão de todos os indivíduos que defendem aquilo que defende o Millenium tende a diminuir à medida que crescem quantitativa e qualitativamente as ações do Instituto. A abertura política para o diálogo está na genética mesma do Millenium.

Hoje temos de ter instituições do mais alto nível que sirvam como referência moral, ética, legal e intelectual para a formação da opinião esclarecida e ilustrada sobre a realidade do mundo. Mais do que nunca, auscultando as mais legítimas aspirações do povo brasileiro, devemos agir como lideranças teóricas que assumam todas as responsabilidades o Iluminismo brasileiro pós-moderno.

As tentações totalitárias em curso no Brasil e na América Latina fazem crescer a importância política do Instituto Millenium. Somente através do esclarecimento perseverante dos ideais do autêntico Estado Democrático de Direito é que seremos capazes de interromper a Revolução Totalitária que seduz pouco a pouco as mentes brasileiras com o facilitário da ideologia que promete resolver todos os problemas do País. A afirmação das instituições brasileiras em todos os níveis públicos e privados é a conditio sine qua non para impedir a conclusão do Projeto Totalitário Brasileiro, há décadas ensaiando a tomada definitiva do poder.

A desmoralização de todas as instituições públicas e a concomitante preservação intocável do Presidente do Poder Executivo é a mais evidente prova de que se trata de uma ação inteligentemente preparada nos porões da propaganda política visando o culto da personalidade do Presidente da República. Este se tornou a única referência moral do Brasil conforme atestam as pesquisas de opinião amplamente favoráveis ao Presidente.

A crença na inutilidade das instituições tende a aumentar na mesma proporção da adesão das massas ao líder carismático. O esclarecimento que o Instituto Millenium vem fazendo e aprofundando é uma excelente estratégia de preservação e desenvolvimento de todas as conquistas democráticas do Brasil, que sempre derrotou as investidas totalitárias ao longo do século XX. E derrotará a todas no século XXI, para o bem do povo brasileiro e da humanidade.

RELACIONADOS

Deixe um comentário