Há quatro anos o Instituto Millenium (IMIL) era fundado por pessoas de notória presença e história para a sociedade brasileira, com o intuito de promover valores associados à liberdade e a economia de mercado.

A proposta de criação do IMIL foi originada após um debate em uma Universidade carioca, envolvendo economistas de grande valia para o cenário contemporâneo nacional, entre eles Paulo Guedes, fundador do banco Pactual, da gestora de recursos JGP, do Ibmec e atualmente do fundo BR Investimentos, além do ex-presidente do Banco Central, Gustavo Franco.

A idéia de reunir intelectuais das mais diversas áreas do conhecimento, compreendendo analistas sobre economia, negócios, política, infraestrutura, educação entre outras era inovadora, para uma nação tão carente de prognósticos que colaborem para o crescimento sustentável e de longo prazo, sendo algo praticado, porém, há anos em países do norte do globo, genuinamente socialmente desenvolvidos.

Devem ser elucidadas as dificuldades para manter um Instituto como o IMIL, em pleno funcionamento, pois a doação de recursos para a geração de conhecimentos, não é uma prática comum por empresas de grande porte ou órgão governamentais. Cabe o louvor aos mantenedores do IMIL, pela dedicação diária para que o mesmo tenha longevidade e na manutenção dos seus valores.

Em particular, o envolvimento com o IMIL advém da carência de “sociedades do conhecimento” no Brasil e da sua proposta avançada para os padrões nacionais. Para um país que gasta em torno de 42% do PIB em gastos correntes, com sérios problemas de infraestrutura logística, com ausência de políticas educacionais concretas e um modelo econômico, ainda arraigado em práticas desenvolvimentistas e não liberais, a busca pelo pensamento crítico é vital.

Portanto, a decisão em participar como colaborador do IMIL, na elaboração de artigos de opinião, sobre as áreas de logística, economia e educação, vem de uma profunda inquietação pelos rumos do Brasil e pela união de forças com profissionais compromissados por um futuro melhor.

Se há quatro anos o Instituto Millenium era fundado a partir de idéias, hoje representa uma importante casa do conhecimento, com propostas bem formuladas e um plano de ação concreto, estimulando pensadores, executivos e estudantes a refletirem sobre o andamento do país em que vivemos.

Para o futuro, o sonho é o melhor caminho a seguir. A partir de um debate, surgiram valores, um site robusto e seminários de absoluto valor para análises críticas sobre fenômenos cotidianos. Quem sabe daqui a alguns anos, o foco não esteja em festejar a importância de uma instituição reconhecida não só no Brasil, mas em todo o mundo, pela colaboração no desenvolvimento nacional, compreendendo novas políticas públicas e econômicas.

Assim sendo, ser membro do IMIL é um verdadeiro orgulho, do qual o futuro será de muito trabalho e dedicação, mas de verdadeiras conquistas em prol de melhorias para a sociedade em geral.

Deixe um comentário