Marcello Averbug
Marcello Averburg é economista e por três décadas lecionou economia na Universidade Federal Fluminense (UFF). Trabalhou para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) durante cerca de vinte anos, onde foi chefe dos depatamentos de Planejamento, Avaliação de Programas e de Indústria Naval, além de assessorar a presidência. É ex-assessor do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) em Washington, onde exerceu a função de “Country Economist” para a Argentina e Paraguai, e foi secretário de planejamento do Estado do Rio de Janeiro. Averburg é formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e pós-graduado pelo Instituto Latinoamericano y del Caribe de Planificación Económica y Socia (ILPES/CEPAL – Chile) e pela Universidade de Paris. Participou como conferencista nos cursos “Economic Development in Latin America”, na George Washington University e “The Politics of Economic Integration”, na Georgetwon University, ambas em Washington. Atualmente Marcello é consultor econômico nos EUA e também dedica grande parte do seu tempo à fotografia.

Redefinindo a esquerda

Em meados do século XX prevalecia a crença de que a humanidade evoluiria em direção ao predomínio do comunismo ou modalidades de socialismo. Agora, em pleno novo mil...

Perdas inerentes à superação da crise

Submersa em uma crise existencial, a sociedade brasileira encontra-se acossada por ansiedades de complexa terapia. Chegou-se a um patamar de constrangimentos econômicos,...

O dilema europeu

Desde a Grande Depressão dos anos 30, jamais a economia europeia atravessou momento tão ameaçador quanto o atual. Descontando, evidentemente, o Pós-Guerra, quando foi...

Apetite por democracia

Lamentavelmente, existem países onde a democracia não consegue florescer, até mesmo quando movimentos populares tentam implantá-la. Ingredientes socioculturais tornam...

Percepção melancólica

Neste ano eleitoral nunca é demais refletir sobre a realidade brasileira, a fim de atualizar nossa percepção sobre o país, melhor acompanhar a campanha política e ap...

Retomada industrial nos EUA

Durante longo tempo acreditou-se, nos Estados Unidos, que o declínio de seu setor industrial era inevitável e, até mesmo, saudável. Interpretava-se esse retraimento c...

Oligopólio no poder

Movidos por similares doses de populismo, pouca cerimônia ante os limites constitucionais, irreverência agressiva aos opositores, jactância de seus atos, conivência c...

Esperando Obama

Quando Barack Obama instalou-se na Casa Branca, a expectativa de seus admiradores e de seus opositores era a de que, para o bem ou para o mal, mudanças veementes iriam o...

Variações sobre o tema Líbia

A intervenção na Líbia vem gerando, nos Estados Unidos, intensa polêmica sobre a legitimidade da ingerência na política interna desse país do norte da África. Mui...

EUA & Cuba

Nos primeiros dias deste ano, o governo americano anunciou medidas destinadas a facilitar viagens e remessas de dinheiro a Cuba. Na verdade, trata-se de um passo ao mesmo...

É a memória, estúpido!

É irresistível uma comparação entre os resultados das recentes eleições no Brasil e nos Estados Unidos, dada a semelhança no comportamento dos eleitores de ambos p...

Bolsa Família é a solução?

Dados já amplamente divulgados indicam que, desde 1997 e sobre tudo a partir de 2002, atenuou-se a desigualdade social no Brasil e declinou o número de famílias abaixo...

Potência econômica e país desenvolvido

Após a segunda Guerra Mundial, ocorreram transformações na maneira de encarar os chamados países economicamente atrasados. Antes, predominava a ideia de que alguns de...

Ódio e frustração

Em novembro próximo haverá, nos Estados Unidos, eleições para renovação total da Câmara de Deputados, parcial do Senado e a maioria dos governos estaduais. Em face...

Agora chega

Votei em José Serra em 2002, mas não compartilhei das previsões alarmistas produzidas pela vitória de Lula. Minha tranquilidade naquela ocasião baseava-se no pressup...

A questão urbana

Reforma agrária e pesados investimentos na agricultura eram propostas defendidas, nos anos 50 e 60, por parcela significativa da sociedade brasileira. Apesar de nenhuma ...

A crise vista por um outro ângulo

Imenso volume de textos já foi produzido no intento de retratar a crise econômica e financeira detonada nos Estados Unidos e propagada ao resto do planeta. Mesmo assim,...

A propósito dos objetivos do MST

Um dos temas que, em meados do século XX, mais empolgavam o debate político, econômico e social brasileiro era o da reforma agrária. E não é surpreendente que assim...