Quinta-feira, 8 de dezembro de 2016
Mantenedores mantenedores

5 dicas essenciais para quem tem uma startup

Paul Orlando, investidor e professor de empreendedorismo da USC, fala sobre lean startup e investimento

A metodologia de startup enxuta, ou lean startup, é uma das mais usadas no mundo para desenvolver negócios inovadores. É preciso criar um MVP, ou mínimo produto viável, investindo o mínimo de esforço e dinheiro para conseguir feedbacks.

Paul Orlando, investidor, professor de empreendedorismo da USC (Universidade do Sul da Califórnia) e chefe da USC Incubator, acredita que é preciso mudar um comportamento para que o método funcione. “Incentivamos os alunos a sair do prédio, interagir, levantar dados, interagir. Isso muda uma maneira tradicional de operar”, diz.

Orlando falou a empreendedores durante uma série de workshops para startups brasileiras durante a missão Venture in LA, promovida pela Midstage Ventures, no campus da universidade em Los Angeles. Confira as dicas a seguir:

1.Faça um vídeo

Uma forma de conseguir feedback sobre seu produto é explicando ao consumidor o que você faz. O Kickstarter, para Orlando, tem um modelo que ajuda nesta tarefa. “No Kickstarter, você mostra que sabe como fazer um produto e só precisa do dinheiro para fazer milhares. Com um vídeo dando aos potenciais consumidores um entendimento melhor, você consegue feedback e aprende mais rápido”, diz.

2.Entreviste pessoas – mas cuidado com as perguntas

Uma das maneiras mais usadas de feedback é fazer entrevistas e pesquisas de campo. O grande problema, para Orlando, é não fazer as perguntas certas. “Nunca faça perguntas hipotéticas”, afirma. Perguntar se o cliente compraria seu produto ou faria o download do seu aplicativo quase sempre vai gerar uma resposta positivo. Pedir que ele o faça mostra a verdade. “Quando têm que tomar uma decisão, eles mudam de ideia. Tente fazer com que ele tenha algum tipo de ação para ter um feedback real”, afirma.

3.Faça o máximo com pouco

Para o professor, é importante aprender a se manter com pouco dinheiro desde os primeiros dias. “Se você consegue se manter com pouco, sem levantar dinheiro, você está mais no controle e pode provar para o investidor que conseguiu fazer as coisas seguirem sem pegar dinheiro”, diz.

4.Saiba vender sua história

A forma como você apresenta sua startup pode fazer toda a diferença para atrair um parceiro ou investidor. Para Orlando, este tipo de habilidade pode ser aprendido e o empreendedor deve dedicar tempo a isso. “Já vi pessoas muito inteligentes que não conseguiam falar sobre o que faziam. Se você não está confortável, pratique com quem sabe ou grave você mesmo e dê para as pessoas verem”, afirma.

5.Mantenha contato

Chamar a atenção de investidores, especialmente fora do Brasil, é difícil e exige um trabalho elaborado de networking. “Comece a conhecer as pessoas. Não há mágica. Continue em contato com as pessoas, dê updates sobre a empresa e deixe-as saber que você sabe o que está fazendo e sabe lidar com altos e baixos”, diz.

Fonte: Pequenas Empresas, Grandes Negócios

Escreva um comentário

Seu e-mail não será publicado.