A guerra do Rio na imprensa internacional

A ameaça ao Estado de Direito no Rio de Janeiro foi destaque em diversos veículos da mídia internacional. Abaixo, são apresentados apenas seis exemplos:

Após relato dos acontecimentos desta quinta-feira, 25 de novembro, o jornal inglês “The Guardian” comentou: “A cidade tem uma história de violência e pobreza que contradiz a imagem que preferiria projetar, de praias e festas coloridas”.

O irlandês “Express” também registrou os ataques, assim como o inglês “Telegraph” para o qual o Brasil “está encarando a luta para melhorar a imagem da segurança”. O jornal assinalou que veículos blindados são um recurso nunca antes utilizado para a entrada em favelas. Já o espanhol “El País” referiu-se ao conflito como “batalha decisiva”. E a opinião dos moradores da cidade teve espaço na BBC, que relatou os detalhes da operação.

A guerra do Rio também apareceu no canadense “The Star”, com destaque para o atendimento às vítimas.

Em matéria publicada em 23 de novembro, o “Guardian” questionou a capacidade do Rio de abrigar os eventos mundiais de 2014 e 2016: “Onda de violência levanta mais questões sobre a capacidade do Brasil de hospedar com segurança a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos”. A futura realização do mundial de futebol e da olimpíada é uma preocupação que foi mencionada em quase todos os veículos.

RELACIONADOS

Deixe um comentário