Atraso nas obras dos aeroportos pode custar muito caro ao país

A menos de dois anos da Copa de 2014, o Brasil ainda apresenta problemas na definição de um projeto consistente para ampliação dos aeroportos. De acordo com o CEO da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA), Tony Tyler, o atraso nas obras de ampliação dos terminais aéreos pode custar “horrivelmente caro” ao país.


Além de ampliar os custos, a redução do prazo para a entrega das obras permite que o governo use o dinheiro público com maior liberdade.  É lógico que o atraso dará maior liberdade ao governo para arcar com os altos custos desse empreendimento. Políticos tendem a fazer exageros com os recursos públicos”, alerta o economista e especialista do Instituto Millenium. Alfredo Marcolin Peringer

 


Já o também economista e especialista do Imil, Roberto Rachewsky, chama atenção para a necessidade de definir se a ampliação dos aeroportos será feita pelo setor público ou privado e defendeu a “total privatização do setor”. Roberto Rachewsky

 

RELACIONADOS

Deixe um comentário

1 comment

  1. Enivaldo Bucker

    Alguém têm noção dos custos operacionais de um aeroporto? O que dá lucro em aeroporto é a carga aérea. Taxa de embarque e receita advinda de lojas não cobrem os custos.Quantos aeroportos no país, têm importância na logística de carga na região onde estão? Há que se desenvolver um novo modelo para a iniciativa privada explorar o negócio, já que prioriza o lucro e será custo para as empresas aéreas.
    Equipamentos de operação do aeroporto, bombeiros, manutenção da(s) pista(s), licenças ambientais – entre outros. Falar é fácil. O BNDES, não teve que amargar prejuízo de US$ 800 milhões da privatização da LIGHT e asssumi-los como ações.
    O controle acionário ficou com a LIGHT – nós brasileiros pagando.
    De novo privatização nestes moldes?
    Já não chega????????????????????????