Após denúncia, governo de Santa Catarina decide reformar escola alvo de crítica na internet

Depois das denúncia das más condições da Escola Básica Maria Tomázia Coelho, no Santinho, Norte da Ilha de Santa Catarina, feita pela aluna Isadora Faber, de 13 anos, no Facebook,  a Secretaria Municipal de Educação de Florianópolis anunciou que vai reformar o estabelecimento.

A página “Diário de Classe” no Facebook  já foi curtida por mais de 140 mil pessoas e foi tema de matéria no jornal “O Globo”.

A secretária de Educação, Sidneya Gaspar de Oliveira disse que iniciativa de Isadora é “brilhante” e “saudável”: “Essa página veio inclusive nos auxiliar no monitoramento da escola. É uma espécie de ouvidoria”.

Segundo informações divulgadas na página da secretaria, a diretora da escola, Liziane Diaz Farias, assumiu a responsabilidade pela gestão deficitária. “Eu assumo publicamente que ocorreu fragilidade na administração do estabelecimento. Vamos a partir de agora trabalhar de forma diferente a parte administrativa e a preservação do patrimônio público”, disse.

Apesar das reclamações sobre o ensino, a Escola Básica Maria Tomázia teve nota 6,1 nos primeiros anos do ensino fundamental no Ideb, superando a média nacional, que foi 5 .

A diretora anunciou que fará um apelo à Associação de Pais e Professores para que ajudem principalmente no cuidado com a estrutura física. Além disso, participa de formação para criar o Conselho Escolar, que auxiliará na manutenção do estabelecimento e na gestão administrativa, pedagógica e financeira.

Fonte: O Globo

Mais

Estudante de 13 anos cria página no Facebook para denunciar falhas do ensino público

 

RELACIONADOS

Deixe um comentário