Sábado, 10 de dezembro de 2016
Mantenedores mantenedores

Após pressão popular, vereadores reduzem salário

Câmara cancela aumento do número de vereadores e corta salário em 30% para próxima eleição. Semana passada, vereador teve que sair escoltado

Semana passada, o “Bom Dia Brasil” mostrou uma confusão na Câmara Municipal de Jacarezinho, no norte do Paraná, depois que os vereadores se recusaram a votar um projeto para reduzir os próprios salários.

Depois da pressão popular, a Câmara aprovou o projeto nesta segunda-feira (10). Muita gente compareceu. Quem não conseguiu entrar ficou do lado de fora.

A sessão cancelou uma decisão que aumentava de nove para 13 o número de vereadores e também cortou em 30% os salários para próxima eleição. Lembrando que a proposta original era para reduzir para um salário mínimo.

Depois da votação, o presidente da Câmara, Valdir Maldonado, do PDT, saiu sem falar com ninguém. Na semana passada ele teve que sair escoltado pela polícia.

Esse movimento dos eleitores ganhou o nome de gatos pingados, porque um vereador disse que esses eleitores que estavam propondo essa mudança eram gatos pingados. Então, foi a vitória dos gatos pingados.

Assista à reportagem sobre o protesto em Jacarezinho.

Fonte: G1

Escreva um comentário

Seu e-mail não será publicado.