Banco Mundial reduz previsão de crescimento brasileiro para 2013

Relatório do Banco Mundial diminui a perspectiva de crescimento do Brasil e aconselha países emergentes a protegerem seu crescimento

O Banco Mundial reduziu na última terça-feira, 15, a previsão de crescimento da economia brasileira e aconselhou os países emergentes a protegerem seu crescimento.

De acordo com o novo relatório Global Economic Prospects (Perspectivas Econômicas Mundiais), o PIB brasileiro deverá avançar 3,4% este ano, número menor do que os 4,2% da previsão anterior, feita em junho de 2012.

“As nações em desenvolvimento devem se concentrar em melhorar o potencial de suas próprias economias e, ao mesmo tempo, fortalecer suas reservas para enfrentar os riscos provenientes da zona do euro e das políticas fiscais adotadas pelos EUA”, diz o relatório.

A nova previsão é maior do que a estimativa feita pelo mercado brasileiro de 3,2%, segundo o relatório Focus. Para 2014, o Banco Mundial prevê um avanço de 4,1% da economia brasileira, enquanto o Focus aponta um crescimento de 3,6%.

O relatório também menciona o impacto da desaceleração da expansão do crédito sobre o crescimento brasileiro, e diz que pressões inflacionárias poderão ser contrapostas com os cortes nas tarifas de eletricidade.

Para o Banco Mundial, a desaceleração da economia mundial e a contração na demanda doméstica são responsáveis pelo fraco crescimento da América Latina em 2012. Além disso, as incertezas na zona do euro contribuíram para o fraco desempenho dos países em desenvolvimento. “A economia real respondeu de maneira moderada. A produção se acelerou nos países em desenvolvimento, mas se vê freada pela falta de investimentos e pela fraca atividade industrial nas economias avançadas”, ressalta o relatório.

Fonte: Opinião e Notícia

RELACIONADOS

Deixe um comentário