Brasil apoia a escolha de Lagarde para o FMI

O Brasil apoiou a escolha da ministra francesa das Finanças, Christine Lagarde, como próxima chefe do Fundo Monetário Internacional, alinhando-se a  outros grandes mercados emergentes, como a China, ao invés de equiparar-se a seus vizinhos latino-americanos.

O Brasil optou por Lagarde não apenas por sua experiência e conhecimento, mas também por seu contínuo compromisso com as reformas do FMI, “o que implica aumento da representação entre as economias emergentes”, justificou o ministro das Finanças, Guido Mantega.
Fonte: Reuters
Leia mais aqui no site do Instituto Millenium, leia o artigo de Rolf Kuntz, “A nova cartilha do FMI”

RELACIONADOS

Deixe um comentário