Quinta-feira, 8 de dezembro de 2016
Mantenedores mantenedores

Brasil fica em último no ranking de retorno de impostos

Até o dia 31 de maio o brasileiro trabalhou na média apenas para pagar impostos. Foram cinco meses…e qual é o retorno? A gente sabe que é pouco, mas tem um cálculo que transforma essa sensação em número…e adivinha o do Brasil?

Pelo quinto ano seguido, foi o pior entre 30 países com as maiores cargas tributárias do mundo. O nosso índice de retorno de bem-estar à sociedade é pior que o da Argentina, da Grécia e do Uruguai, por exemplo. Austrália, Coreia do Sul e Estados Unidos lideram esse ranking.

Mesmo com carga de impostos com o mesmo nível do Brasil, países como a Islândia e a Alemanha têm situação bem mais confortável porque aplicam muito melhor os recursos em benefício da população.

Ou seja, o Brasil é o que tem o pior sistema de serviços públicos de qualidade pelo que a população paga de impostos.

“O Brasil tem uma elevada carga tributária versus um baixo IDH. Ou seja, cobra muito da sua população e dá pouco em retorno de serviços públicos. Esta é a sensação. Saúde pública cada vez pior, educação, segurança pública, ou seja, o índice de criminalidade aumentando. Uma infraestrutura cada vez mais deficiente, inclusive essa infraestrutura deficiente impede que o país cresça e também aquela sensação de que o poder público ludibria, engana diariamente cada contribuinte, cada cidadão”, aponta Gilberto Luiz do Amaral, presidente do Conselho Superior do IBPT. 

Fonte: IBPT.

Escreva um comentário

Seu e-mail não será publicado.