Câmara vai gastar cerca de R$47 milhões para reformar apartamentos

A Câmara lançou editais para renovar a mobília de 144 apartamentos funcionais para uso de deputados que a instituição está reformando, ao custo total de R$ 47 milhões. A  Casa abre nos próximos dias 24 e 25 as propostas para aquisição de geladeiras duplex “frost free”, camas “king-size” e mobília  para sala de jantar, entre outros itens.

Dos  513 deputados da Câmara, apenas 240 utilizam os imóveis, do total de 432 que a instituição possui (com 225 metros quadrados e três quartos). Os outros  congressistas, mesmo os que já moravam no o Distrito Federal, recebem auxílio-moradia de R$ 3.000 ao mês.

Por causa dos gastos com reformas e manutenção de imóveis ociosos e das elevadas despedas de pagamento auxílio-moradia, em 2009, o TCU (Tribunal de Contas da União) aprovou acórdão afirmando que a Câmara desperdiçava recursos públicos. Já a Mesa Diretora da Câmara propôs a venda dos imóveis após suspeitas de irregularidades na administração e de desperdício de dinheiro público. Além disso, o Ministério Público ingressou com ações de improbidade pelo fato de haver ex-deputados e familiares ocupando os imóveis, situação que é irregular.

Fonte: jornal ” Folha de S. Paulo”

RELACIONADOS

Deixe um comentário