Domingo, 4 de dezembro de 2016
Mantenedores mantenedores

Carlos Gonçalves questiona relação entre expansão dos gastos e produtividade

Em parceria com

No vídeo Gastar melhor, Brasil das jabuticabas, o economista Carlos Eduardo Gonçalves, do site “Por quê? – Economês em bom português”, explica porque o aumento do valor destinado para investimentos em educação, de 5% para 10% do Produto Interno Bruto (PIB), não mudou a qualidade do ensino público do país.

O desempenho dos estudantes continua abaixo dos padrões internacionais, a infraestrutura das escolas deixa a desejar, a gestão não mudou, os professores não estão mais qualificados.

Tudo isso acontece, segundo Carlos Eduardo Gonçalves, pelo simples motivo de que colocar mais dinheiro não garante melhoria do que já era mal feito com pouco dinheiro.

“A gente precisa fazer mais com o mesmo dinheiro. Vou botar mais dinheiro em um negócio que não está funcionando?”, questiona.

Assista ao vídeo!

Escreva um comentário

Seu e-mail não será publicado.