Sábado, 3 de dezembro de 2016
Mantenedores mantenedores

“Liberdade precisa de cidadania ativa”

Nesta sexta-feira de debates na Casa da Liberdade, que reúne especialistas brasileiros na Flip, dois colaboradores do Instituto Millenium participaram das discussões. O cientista político José Álvaro Moisés disse que liberdade pressupõe a possibilidade de avaliar e julgar os governos. “Liberdade precisa de cidadania ativa”, frisou, durante a palestra “A liberdade dos contemporâneos e seus impedimentos no Brasil de hoje”. Em seguida, o cientista político Luiz Felipe D’Ávila participou do painel “Brasil e os pilares da liberdade”.

José Álvaro Moisés pontuou que as escolas deveriam ensinar mais aos alunos sobre o país. “No ensino secundário não há nenhuma informação sobre o funcionamento do Executivo e do Legislativo”. Ele também criticou os desvios que ocorrem no Brasil: “A corrupção subverte a democracia e a liberdade”, disse.

Luiz Felipe D’Ávila debateu com Jorge Caldeira e e Christian Lohbauer, cientista político e diretor da Bayer. Segundo Caldeira, “o ‘jeitinho’ também é fruto de leis mal feitas”.

Também nesta sexta-feira, às 18h, foi apresentado o projeto “Corrupteca”. Trata-se da maior biblioteca digital sobre corrupção e busca de transparência em políticas públicas do mundo, criada a partir de arquivos da Universidade de São Paulo e do jornal “O Estado de S. Paulo”.

Neste sábado, último dia de funcionamento do espaço, três paineis movimentam a casa: “Desafios do Brasil: instituições e infraestrutura”, com o engenheiro Adriano Pires, o advogado Marcello Hallake e o economista Antonio Carlos Borges; “O Estado da democracia na América Latina”, com os cientistas políticos Fernando Schüler e Maria Celina D’Araújo; e “Lidar com tempos difíceis”, com o educador e professor Eugênio Mussak, o psicanalista José Ernesto Bologna e jornalista Leandro Narloch.

A programação conta com exposição fotográfica, pocket shows de MPB e com o projeto “Um Brasil”, uma plataforma multimídia de conteúdo analítico sobre questões econômicas, políticas e sociais do país, formada por entrevistas com dezenas de pensadores como o antropólogo Roberto DaMatta e o filósofo Luiz Felipe Pondé. “Um Brasil” foi produzido pela Agência Tutu e idealizado pela Fecomércio-SP.

A Casa da Liberdade é um espaço itinerante que desde 2010 acompanha o calendário dos festivais de cultura por todo o Brasil, com a finalidade de levar grandes pensadores para debater os valores de uma sociedade aberta e os desafios do desenvolvimento e da cultura. A Casa fica na Rua Marechal Deodoro s/n – Centro Histórico de Paraty. Funciona de 12h até 21h30. Visite e participe!

Confira a programação:

4 de julho – Sábado

15h – Painel “Desafios do Brasil: instituições e infraestrutura”
Palestrantes: Adriano Pires, Marcello Hallake e Antonio Carlos Borges
Mediadora: Priscila Pereira Pinto

16h30 – Painel “O Estado da democracia na América Latina”
Palestrantes: Fernando Schuler e Maria Celina D’Araújo
Mediadora: Ana Paula Conde

18h15 – Painel “Lidar com tempos difíceis”
Palestrantes: Eugênio Mussak, José Ernesto Bologna e Leandro Narloch
Mediador: Pedro Neves

20h – Coquetel de confraternização da Casa da Liberdade seguido de show de música ao vivo.
21h30 – Encerramento das atividades da Casa da Liberdade

Escreva um comentário

Seu e-mail não será publicado.