Celso Amorim descarta continuar como chanceler no governo Dilma

amorim

A agência EFE repercutiu a declaração dada pelo ministro Celso Amorim à “Folha de S. Paulo”, descartando a possibilidade de continuar à frente da chancelaria brasileira no próximo governo: “Considero minha missão cumprida. Precisamos de gente mais jovem. Estou velho, tenho 68 anos, vivi muito”. Amorim acredita ser melhor “sair no auge”, principalmente depois de ter sido considerado “melhor chanceler do mundo” pela revista “Foreign Policy”. O “auge”, segundo ele, é ler em qualquer veículo internacional que “a importância do Brasil cresceu no mundo”.

O ministro atribui os bons resultados da política externa brasileira à “personalidade” de Lula e à “visão inovadora” da diplomacia do país. Celso Amorim também assinalou que é o ministro que permaneceu por mais tempo à frente do Itamaraty, ficando atrás apenas do Barão do Rio Branco.

Com informações da Agência EFE

RELACIONADOS

Deixe um comentário

1 comment

  1. Theresa

    Quanto custou aos cofres do país tal indicação: “melhor chanceler do mundo” pela revista “Foreign Policy”?

    Foram muitos prêmios durante os 8 anos de lulismo, quantos mais serão comprados durante os quatro de dilmismo? Terei que perguntar ao polvo Paul.