Cidades do RJ devem receber tropas federais antes das eleições

Reforço em geral é feito no dia do pleito, mas Tribunal Superior Eleitoral e Ministério da Defesa planejam antecipar envio para garantir segurança em comícios; medida ainda vai passar por votação

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e o Ministério da Defesa decidiram pelo envio de tropas do Exército a cidades do Rio de Janeiro antes das eleições municipais, no dia 7 de outubro. Em geral, o reforço federal é feito no dia do pleito. De acordo com o próprio tribunal, o caso do Rio é exceção e a medida visa garantir a realização de comícios em determinadas cidades do Estado.

“Tanto o TRE-RJ quanto o TSE querem que as pessoas possam, livremente, se expressar, quer os candidatos quer os eleitores, garantindo-se a liberdade democrática que vivemos no Brasil”, disse a presidente do TSE, ministra Cármen Lúcia, após reunião com o ministro da Defesa, Celso Amorim, nesta quinta-feira, 27. Ainda não foi definido qual será o efetivo e quais cidades serão atendidas. O envio das tropas ainda precisa ser aprovado pelo Plenário do TSE, ainda nesta quinta.

De acordo com Celso Amorim, foi acertado o esquema de segurança para o dia das eleições e para os últimos dias de campanha. “(Será) uma presença ostensiva em lugares específicos em que isso é necessário para garantir que haja comícios com liberdade para os candidatos se apresentarem e para os eleitores ouvirem”, afirmou.

Até essa terça-feira, 26, o TSE havia aprovado o envio de tropas federais para 103 cidades brasileiras, em oito Estados.

Fonte: O Estado de S. Paulo

RELACIONADOS

Deixe um comentário