Sexta-feira, 9 de dezembro de 2016
Mantenedores mantenedores

Como se preparar para buscar um fundo de investimento

O sucesso de um negócio é o objetivo mais desejado dos empreendedores. O problema é que sempre chega um momento em que a barreira do crescimento aparece. Seja por falta de capital de giro ou infraestrutura, uma hora será preciso conseguir investimento e é preciso estar preparado para isso.

Na quinta-feira (25), em mesa aberta no Seminário Otimização da Estrutura de Capital e Dívida, que aconteceu na Amcham (Câmara Americana de Comércio Brasil-Estados Unidos) de São Paulo, quatro sócios de gestoras de fundos deram dicas sobre como um empreendedor pode se preparar para buscar investimento.

Carlos Miranda, da BR Opportunities, Paulo Mordehachvili, da Axxon Group, Ricardo Kanitz, da Spectra Investimentos, e Winson Rosa, da Advent Internacional, participaram do evento, que teve moderação de Cláudio Furtado, professor da Fundação Getúlio Vargas. “É importante que o empreendedor não veja os fundos como uma solução para problemas de crédito. Eles precisam ser vistos como uma solução para o crescimento. Apesar da crise, tem empresa no mercado conseguindo crescer de 45% a 50% no ano com esses fundos”, diz Furtado.

Como medir o valor da empresa?

Abrir a empresa para investimentos tem como primeira dificuldade a precificação do negócio. Segundo Rosa, não existe uma fórmula secreta usada para medir quanto vale uma empresa, mas existem fatores que influenciam diretamente nesta definição.

Rosa recomenda que as empresas interessadas em receber aportes financeiros mantenham seus balanços auditáveis ou já auditados. Essa linha de controle financeiro característica das empresas de capital aberto valoriza a empresa e facilita a comunicação entre os dois lados. “Assim, o empreendedor tem mais garantia de que o valor sugerido no início da negociação não irá mudar até o final do processo, que dura normalmente de quatro a cinco meses”, explica.

Além do controle financeiro confiável, o empreendedor que apresenta um plano de expansão específico para o fundo desejado também tem vantagem. “Um projeto claro de como a estrutura da empresa está preparada para crescer com o fundo de investimento tem impacto direto no valor da empresa e nas condições da negociação”, diz Rosa.

Você não está mais sozinho

Demonstrar capacidade de adaptação também é uma característica muito valiosa na hora de buscar investimento. Isso porque, com a participação da gestora, propostas de mudanças são comuns, e é preciso que o empreendedor seja receptivo a elas. “É claro que, no começo da empresa, o empreendedor teve que ser centralizador para manter sua liderança, mas, se continuar assim, ele esbarra na barreira do crescimento. Ele precisa entender que, por conta da sua estrutura e capacidade, não tem como crescer sozinho”, conta Mordehachvili.

Por outro lado, não é porque o empreendedor está suscetível a modificações que ele precisa ter uma atuação passiva em sua empresa. “É preciso que ele sempre questione o que será feito, desde que reconheça que não é um expert no setor”, diz Kanitz. Segundo o investidor, o empreendedor deve estar aberto para, inclusive, revisitar os ideias que direcionaram o seu negócio até hoje. “Essa talvez seja a característica mais fundamental para reforçar o sucesso que a empresa teve até ali”, diz.

Fonte: “Pequenas empresas & grandes negócios”, 26 de fevereiro de 2016.

Escreva um comentário

Seu e-mail não será publicado.