O Índice de Confiança de Serviços (ICS)  recuou 2,1% na passagem de outubro para novembro, saindo de 101,9 pontos para 99,8 pontos, o menor nível de toda a série histórica, iniciada em junho de 2008, da Fundação Getulio Vargas (FGV). “Em novembro, a percepção das empresas de serviços voltou a declinar, não confirmando a ligeira reação observada em outubro”, diz o economista Silvio Sales, consultor da FGV, em nota.

Segundo Sales, aumentaram os sinais desfavoráveis sobre as condições do setor neste mês, impactando os dois componentes do índice de confiança (situação atual e expectativas) e 9 dos 12 segmentos pesquisados. “Com isso, a confiança do setor atingiu seu menor nível da série histórica dos indicadores, o que deve se traduzir na manutenção de um ritmo de atividade bastante moderado para os próximos meses”, explica.

O Índice de Situação Atual teve queda de 3,8% neste mês, para 76,3 pontos, o menor nível de toda a série histórica. Já o Índice de Expectativas (IE-S) caiu 1,1% em novembro, para 123,2 pontos. A coleta de dados para a edição de novembro da sondagem foi realizada entre os dias 3 e 24 deste mês.

Fonte: Veja.

Deixe um comentário