Conselho Federal de Medicina decide adotar Ficha Limpa

Depois da grande aceitação no setor político, a Lei da Ficha Limpa foi adotada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM). A partir deste mês, os conselhos regionais e a direção nacional não aceitarão candidatos condenados na segunda instância da Justiça.

Entre os 19 motivos que impedem as candidaturas estão a suspensão ou perda de direitos políticos, condenação por infração ético-profissional, por crimes contra o patrimônio público, a administração pública, a economia popular e a fé pública.

Também impedem a candidaturas condenações por crimes contra o meio ambiente, a saúde pública e a dignidade sexual. Mesmo os crimes culposos em razão de negligência, imprudência ou imperícia contra a vida impedem os candidatos.

Fonte: Época

Sobre Transparência, acesse a Página da Cidadania

RELACIONADOS

Deixe um comentário