Conselho Guardião aprova adiamento de eleições municipais locais

Antes das eleições fraudulentas do ano passado no Irã, os apologistas do regime faziam de tudo para dizer que o regime no Irã era popular, e que aqueles que se opunham a ele seriam apenas alguns expatriados exilados contrarrevolucionários descontentes. Depois dos protestos massivos resultantes da fraude eleitoral do ano passado, e graças à coragem e iniciativa dos jornalistas cidadãos do Irã, esta deixou de ser uma posição sustentável pelos apologistas e “idiotas úteis”. O mundo viu claramente a extensão da oposição ao regime e a repressão brutal que se seguiu.

Daí, os “idiotas úteis” e apologistas, sabendo da tendência dos garotos ricos autofóbicos da esquerda europeia a simpatizar com as classes trabalhadoras, mesmo que a grande maioria deles não seja nem de longe parte desta classe, resolveram dizer que os protestos no Irã são egendrados por garotos ricos do norte de Teerã, e não apoiados pelos trabalhadores. Eles argumentam que Ahmadinejad era apoiado pelos pobres e pelas classes trabalhadoras e desfrutava de enorme apoio fora de Teerã e nas províncias e zonas rurais. Um argumento que agradou a alguns da esquerda europeia, que ficaram chocados com o quanto eles podem ter errado em sua visão de um regime popular no Irã.

Claro que sabemos como as manifestações eram enormes, e claro que sabemos que Teerã não tem tantos garotos ricos assim, e, na verdade, a maioria dos garotos ricos se manteve longe das manifestações, mas sem uma apuração independente, como se poderia argumentar contra estes absurdos?
Eu tentei discutir isto uma vez na Al-Jazeera, do melhor jeito que pude:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=_k8_QxKAU7U[/youtube]

Mas, como sempre, é melhor esperar que o regime dê um tiro no próprio pé e forneça a evidência, mesmo que, infelizmente para a maioria da mídia ocidental, isto não tenha sido sensacional o bastante para ser notícia. As eleições municipais locais, que deveriam acontecer este ano, foram adiadas para acontecer junto com as próximas (s)ele(i)ções presidenciais, o que foi aprovado em 14 de julho pelo Conselho Guardião! Então, se Ahmadinejad tem tanto apoio nas províncias e áreas rurais, por que estas eleições foram adiadas? Certamente teria sido uma boa oportunidade para o regime mostrar sua popularidade e que pode sustentar este pleito sem muito alarde.

Adiar estas eleições é totalmente inconstitucional. Afinal, ao eleger seus representantes, você confia em que eles o representem por um período limitado, estipulado previamente. Então vamos esperar e ouvir que viés os “idiotas úteis” vão colocar nisto agora?

Publicado no blog de Potkin Azarmehr
Tradução: Anna Lim (annixvds@gmail.com)

RELACIONADOS

Deixe um comentário