Democracia no Brasil está consolidada, afirmam deputados e jornalista

Publicado no portal “G1” em 01/03/2010:

Fórum em São Paulo discutiu democracia e liberdade de expressão.
Miro Teixeira, Antonio Palocci e Otavio Frias Filho participaram de painel.

No painel especial de encerramento do fórum “Democracia &  Liberdade de Expressão”, em São Paulo, os deputados Antonio Palloci (PT-SP), Miro Teixeira (PDT-RJ) e o jornalista Otavio Frias Filho, diretor de redação da “Folha de S.Paulo”, concordaram que o Brasil tem um grau de democracia mais consolidado do que outros países em desenvolvimento.

Frias Filho disse se considerar “otimista”em relação à liberdade de imprensa no Brasil. “Estou entre aqueles que consideram saudável que haja tensão entre a imprensa livre e o governo. (…) Em relação a Venezuela, Equador e Bolívia, a sociedade brasileira encontra-se num estágio mais desenvolvido. Eu tendo a repelir as comparações que fazem”, afirmou.

Frias Filho, no entanto, atentou para a possibilidade de autoritarismo e tentativa de controle da mídia. “Governos com índices de popularidade alta tendem a ser mais autoritários. Eu atribuo algumas ações à sensação de força que essa popularidade confere.”

O deputado federal Antonio Palocci apontou “avanços significativos” na questão da liberdade de imprensa. Sobre a proposta de controle social da mídia, o deputado afirmou que a questão deve ser discutida.

“Não quero condenar o plano de direitos humanos, embora tenha visões diferentes. Devemos enfrentar essa discussão. Sempre foi polêmica a busca de caminhos que possam definir melhor os meios de comunicação.”

O petista afirmou ainda não ter conhecimento de uma eventual pressão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre órgãos de imprensa. Afirmou que, quando Lula reclama da imprensa, o faz por ser “autêntico”.

“O presidente Lula é autêntico, ele é muito oral. Ele recebe com respeito a mídia, fala com respeito e jamais tomou medida contra algum jornal. É a maneira de ele falar, de se comunicar, não vejo como agressão.”

Miro Teixeira afirmou que, apesar das críticas de Lula, o presidente é muito elogiado. “Quando Lula fala mal da imprensa, é para dar credibilidade do tanto que a imprensa o elogia. Se ver por estudo como foi tratado Getúlio [Vargas], como foi tratado Juscelino [Kubitschek], era pau puro. O Sarney, o que tomou de cacete é uma grandiosidade. Quando olha o tratamento com Lula, não sei se é amor sincero ou se é para não ir contra a popularidade.”

Lei de imprensa

Miro Teixeira e Otávio Frias Filho não consideraram positiva a votação de uma nova lei de imprensa, após o Supremo Tribunal Federal (STF) ter derrubado a lei que vigorava desde a época da ditadura militar.

“Muita gente continua querendo uma lei de imprensa. Mas não existe uma lei de imprensa boa”, afirmou Teixeira.

“É difícil uma legislação que garanta a qualidade do jornalismo sem que isso prejudique a liberdade de expressão”, completou Frias Filho.

Ele afirmou também que, além da democracia consolidada, o Brasil tem também boa qualidade da mídia.

“Comparando com imprensa de países semelhantes ao nosso, considero que a imprensa brasileira é boa. Melhor que no México, nos países andinos. Argentina tem uma sólida posição de bons jornalistas e bons jornais. Temos uma imprensa comparável com o que há de melhor na Espanha. E a nossa é superior à imprensa portuguesa”, avaliou.

Mídia governamental
Miro Teixeira criticou os altos investimentos na mídia governamental. “Temos uma mídia governamental exuberante. Não tem uma autoridade do Executivo que não tenha mídia própria. Eu acho que isso está errado por sua visão política. Eu sou oposição e o governo tem mecanismos de oposição dele. O camarada se elege e começa a discutir como fica a verba de publicidade. Você perde a qualidade do contraditório. Isso é gravíssimo.”

Palocci rebateu dizendo que a mídia governamental não prejudica. “Não discuto se é bem gerido ou mau gerido. Não acho errado um veículo de comunicação do governo. Fonte de informação governamental não é necessariamente um erro. Pode se ter razão em relação aos altos investimentos.”

O deputado Miro Teixeira afirmou que a aplicação de verbas na mídia governamental é “exagerada”. “Tem `Bom dia prefeito’, ‘Café com o prefeito’, com a mãe do prefeito”, criticou.

RELACIONADOS

Deixe um comentário

20 comments

  1. Stenio

    Pelo visto, alguns verdadeiramente notáveis, não participaram deste engodo promovido pelo Millenium, tinham razão.
    Foi um evento “chapa branca”.
    Democracia está estruturada.
    E a democracia representativa?
    Vcs apoiam esta ditadura da maioria?
    Me entristece ter feito propaganda em meu blog deste embuste.
    Sinto muito pela sinceridade.

  2. Rogério Bittencourt

    Stenio, você e estes q chama de “verdadeiramente notáveis” pertencem ao mesmo naipe de gente deste tipo: http://www.operamundi.com.br/opiniao_ver.php?idConteudo=1063
    Quem precisa da esquerda quando se tem tais “verdadeiramente notáveis” para ajudar a desagregar a direita no Brasil? Parabéns por colaborar com a esquerda ao integrar o time dos detratores do Instituto Millenium.

  3. Grilo D

    Depois de ler alguns comentários de representantes da mídia corporativa no Brasil, me convenci de que a liberdade de expressão no Brasil é plena. A imprensa pode simplesmente orquestrar uma campanha contra uma candidata a presidente, e nem a candidata nem o atual presidente, que a apoia, vislumbrarem qualquer ação oficial em relação ao caso.
    Na verdade, o que limita a liberdade de expressão no Brasil é a predominância desta imprensa vendida, que combina um pensamento único segundo seus interesses e manipula a opinião pública para atingir seus objetivos mesquinhos.

    Só que, para os outros setores da sociedade, a liberdade precisa vir acompanhada de responsabilidade. Quando é que essa turma vai admitir falar sobre “responsabilidade de expressão”?

    Abraços,
    Grilo D

  4. Carlos Siqueira

    O forum da liberdade que só o dinheiro pode comprar.

  5. Stenio

    Rogério Bittencourt

    Sou um seguidor e apreciador deste instituto desde sua formação.
    Sua fala é simplista e generalista, por isso vou desconsiderar.
    Se sequer vc sabe de quem estou falando. Não sei o seu “naipe” , mas o meu está bem resolvido e estruturado.
    E se vc perceber bem há grandes ransos esquerdista neste intituto, cheirando a PSDB…
    Veja:

  6. Rogério

    Caro Stenio, achei que o link continha alguma novidade…

  7. Stenio

    e o Fórum?
    Teve alguma novidade?

  8. Rogério Bittencourt

    Outro link sem nenhuma novidade.

  9. Rogério Bittencourt

    Stenio, você mesmo declarou ter virado a casaca e passado a considerar o Millenium um “embuste”. Para tal atitude, tudo indica que o fórum teve, sim, alguma novidade para você.

  10. Stenio

    Meu amigo.
    O Instituto era uma esperança no meio de tanta bandalheira do PT.
    Fui convidado por Anita Luchesi para estar aqui.
    Mas quando vejo amigos de valor como Graça Salgueiro e Heitor de Paola sairem por convidarem Gabeira e Jabor et caterva …
    Isso é novidade?
    Se vc diz com tanta propriedade, talvez o seja para vc.
    Eu continuo do lado do Estado Democrático de Direito.
    E não acho, como neste post, que a democracia está estruturada.
    Nekm acho que Jabores e Gabeiras possam nos ajudar nisso.
    Tornou-se trampolim eleitoral.
    Vc é que tenta defenbder o indefensável.
    Não sou tucano, já o Millenium tem se mostrado assim.

  11. Stenio

    Em tempo…
    Me parece que só vc tem os links e as verdades absolutas.
    Coisa típica de proselitismo da esquerda.
    Mas, se vc acha que estamos dividindo a “direita”, coisa que discordo, eu pergunto:
    Que tipo de valores vcs querem agregar????
    Os do Gabeira, por exemplo?
    Então é melhor ter muita gente desse tipo, do que alguns com bons valores a agregar. Eu não acho que “ex” -sequestradores possam ter algum valor moral sólido a apresentar.
    Por isso digo que vcs querem ditadura da maioria, eleições plebiscitárias e tudo mais.
    Nós queremos DEMOCRACIA REPRESENTATIVA.
    Aí vc digita no google que eu não posto mais links e nem mais vou tentar exercer o salutar exercicio democrático com alguém que não apresenta argumentos, mas sim só desconstrói idéias sobre o pretexto da “direita”!

  12. Stenio

    por isso também não comungo com as idéias do professor O. Carvalho.
    Aí vc se enganou.
    Sou “reaça” por formação.
    Nunca estive do outro lado.
    E detesto os textos grosseiros deste outro embuste que vc colocou na foto do lado do genocida.
    Ele apenas distribui paranóias por interesses próprios.
    Ele é como elles¹³.

  13. Stenio

    vc insiste por puro proselitismo fugindo ao essencial do debate.
    Já disse que não concoredo com OdeC.
    Tenho minhas convicções.
    Já vc parece militonto pago para panfletar o site e desetabilizar os comentaristas que não concordam com o assunto.
    Não me pega amigo.
    Adeus.

  14. Sandro Vaia

    Anita Lucchesi

    Prezado Stenio Guilherme, recebemos com surpresa seus comentários sobre o nosso site e sobre o trabalho do Instituto Millenium. Para fins de esclarecimento, não temos nenhuma relação de trabalho ou proximidade com o Sr. Rogério Bittencourt. Como você mesmo pode verificar em nosso site, ele não pertence a nossa rede. Segundo nossa editora me informou, a discussão foi mantida na área de comentários do site, sobre a qual não temos qualquer responsabilidade. Mantivemos os comentários porque entendemos que o debate de ideias é saudável e não, necessariamente, porque concordamos com os comentários lá postados. Lamentamos que o trabalho do Instituto Millenium não tenha ficado claro para você. A qualidade dos articulistas e dos textos que estão no nosso site deixa claro o nosso compromisso em promover a democracia, a economia de mercado, o estado de direito e a liberdade. Por favor, qualquer esclarecimento, estamos à sua disposição. Obrigada.