Deputados estaduais do Rio de Janeiro perdem 14º e 15º salários

RIO — Os 70 deputados estaduais do Rio sofreram ontem um golpe expressivo no bolso: por uma decisão unânime, a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa (Alerj) decidiu extinguir o 14º e o 15 º salários pagos aos parlamentares, conforme antecipou Ancelmo Gois em seu blog. Esse corte, que já vale para este ano, vai representar, anualmente, uma economia de R$ 2.805 milhões para a Casa. Hoje, os parlamentares ganham cerca de R$ 20 mil por mês.

Por ser uma decisão da Mesa Diretora, não cabe recurso. A questão do corte dos benefícios já vinha sendo discutida há cerca de um ano, de acordo com o presidente da Casa, deputado Paulo Melo (PMDB). Na reunião de ontem, ele apresentou de surpresa aos 12 colegas de Mesa o projeto de extinção dos benefícios. O parlamentar diz que a decisão unânime foi uma forma de moralizar a Casa e, ao mesmo tempo, trazer economia aos cofres.

— Precisávamos ouvir o clamor da população. Se um dia ganhar o 14º e o 15 º salários já foi justo, hoje não é mais. O Brasil mudou e a Casa tem que se adequar — afirmou.

 

Fonte: O Globo

RELACIONADOS

Deixe um comentário