Quinta-feira, 8 de dezembro de 2016
Mantenedores mantenedores

Dez atitudes empreendedoras

Ter uma atitude empreendedora não necessariamente significa que você deve abrir um negócio próprio. É perfeitamente possível ser funcionário de uma companhia e agir como um empreendedor. Ter uma meta, saber o que a motiva e qual a finalidade de atingi-la. Traçar um plano realista, que antecipa desafios e obstáculos. Essa é uma receita que vale para qualquer carreira, segundo o economista Carlos Hilsdorf, autor de Atitudes Empreendedoras, pela editora Portfolio Penguin.

Hilsdorf é pós-graduado em marketing pela FGV, consultor de empresas e pesquisador de temas que interligam negócios e comportamento humano. Também é autor do bestseller Atitudes Vencedoras51 Atitudes Essenciais para Vencer na Vida e na Carreira. No novo livro, ele apresenta sugestões valiosas para qualquer profissional colocar em prática seu projeto de vida. O pré-requisito, como fica claro na leitura, é saber o que quer. Se não sabe ainda, as dicas do economista podem ajudá-lo a descobrir.

“Empreendedores não são pessoas extraordinárias”, afirma Hilsdorf. “São pessoas comuns que fazem coisas extraordinárias.” Segundo ele, é mito que empreendedores nascem prontos. É preciso construir-se um.

O primeiro passo para essa jornada é identificar seu sonho. Porém, não é o suficiente para chegar ao final. “O sonho é apenas combustível para o motor das realizações”, afirma o autor, no livro. “E combustível sem motor não irá levá-lo a lugar algum. O motor das nossas realizações é construído por nossas atitudes. Sonhar é importante, mas realizar é fundamental. Sem movimento não existe vida.”

A seguir, cinco questões que o ajudarão a destrinchar seu sonho e começar a construir um caminho rumo à realização dele.

1. Qual é seu sonho? (meta)

2. Por que você tem esse sonho? (causa)

3. Para que você tem esse sonho? (finalidade)

4. Qual a distância que separa você, neste momento, da realização do seu sonho? (desafio)

5. Quais as principais dificuldades a serem vencidas? (obstáculos)

Quando conseguir responder essas questões, estará mais próximo de construir o que o economista chama de “alicerce de sustentação para seu sonho”. Para tirá-lo da teoria e levá-lo à prática, no entanto, não há receita infalível. O que há são ingredientes fundamentais para que cada um defina sua fórmula

A seguir, os ingredientes que Carlos Hilsdorf apresenta no livro.

1. Espírito empreendedor: um desejo intenso de realização, caracterizado por entusiasmo e automotivação.

2. Visão empreendedora: senso de observação, foco em oportunidades e tudo o que permite percebê-las melhor a cada instante.

3. Iniciativa: percebendo as oportunidades, buscar imediatamente os caminhos para viabilizá-las.

4. Planejamento: informações e conhecimento de qualidade para estabelecer um plano de negócios, estruturado e sustentável, buscando considerar todas as fases do empreendimento e suas necessidades particulares.

5. Disciplina: organização e coerência apropriadas para seguir seu planejamento e atingir suas metas.

6. Perseverança: firmeza e determinação. Persistente, não desiste frente aos obstáculos. Concretiza o que os outros apenas começam. Continua quando os outros desistem.

7. Aprendizagem empreendedora: aprende com paixão, buscando a utilização prática do conhecimento.

8. Atitude inovadora: utiliza a criatividade visando resultados práticos para o negócio. Vê o que os outros veem, mas exercita um olhar questionador. Por isso inova, introduz, modifica, transforma e agrega muito mais valor que os outros.

9. Proatividade: chama para si a responsabilidade, cria demanda, antecipa-se a necessidade e tendências do mercado.

10. Postura empreendedora: emprega todo seu potencial. Não utiliza uma ou outra característica (ingredientes), mas todas elas, de maneira conjunta. Transforma ideias em atitudes e sonhos em realidade.

Fonte: Época.

Escreva um comentário

Seu e-mail não será publicado.