E-mail aos senadores

Do blog: Esculacho e Simpatia

Os amigos leitores já sabem que costumo enviar e-mail para os senadores, pois acabo de enviar outro. O texto está aí embaixo à disposição de quem quiser copiar e enviar também. estejam à vontade para modificar, acrescentar oi retirar, só não deixem de mandar aos nossos “representantes”. Lá embaixo está a lista com o e-adress de cada um. Sirvam-se e divulguem, por favor. Não podemos ficar calados para não corrermos o risco de sermos os próximos amordaçados.

Excelentíssimos Senadores,

Preocupa o constante cerceamento da liberdade de expressão pregado pela Constituição Federal em seu Artigo 5°.

Não bastassem os exemplos preocupantes que chegam diariamente dos nossos países vizinhos onde veículos de comunicação de massa são fechados numa constância nunca dantes vista e jornalistas e cidadãos comuns são presos e processados por terem exercido o direito natural de manifestarem-se livremente e exporem suas posições político-ideológicas, a prática vem acontecendo silenciosamente no Brasil.

O Judiciário tem dado cobertura aos processos, cassando a palavra, a voz do cidadão comum que quer apenas expressar-se, fazer-se ouvir pelas autoridades. Aos cidadãos de bem que lêem jornais e revistas, que assistem aos telejornais e entendendo as matérias veiculadas não é mais permitido discordar sem o medo de ver-se perseguido. Pior, com a anuência de nossos juízes, aqueles que deveriam defender os direitos do cidadão contra o autoritarismo.

Se vossa excelência é da base governista, deve lembrar-se que foi bandeira de sua geração a luta pela liberdade de expressão; se vossa excelência é da oposição, deve ter percebido que está sendo difícil se fazer ouvir mesmo gritando alto, muito pior quando não se tem a tribuna, as câmaras de televisão e os microfones das rádios. Se a propaganda governista é tão ruidosa eu abafa as vozes de vossas excelência, muito mais duro tem sido para o eleitor comum que ainda tem de combater a censura oficiosa do Judiciário.

Posso citar os exemplos da jornalista Alcinéia Cavalcante, do Amapá (http://www.alcinea.com/), do senhor Chico Bruno (http://www.chicobruno.com.br/), do senhor Correa Neto (http://www.correaneto.com.br/) . Mais gente tem estado na mira dos políticos que desmandam e fazem questão de manter-se sem serem importunados e apelam para a Justiça que tem visto apenas o lado dos mais fortes. Não é à toa que a imagem das instituições públicas e de seus homens e mulheres está desgastada, sem credibilidade. O cidadão já não sente-se representado e quando tenta levantar a voz é amordaçado. Excelências, isso não é democracia, mas uma ditadura disfarçada e nós, eleitores, estamos sendo calados paulatinamente, um após outro, enquanto que o governo aumenta seu alcance de propaganda através de blog, rádio on line e TV on line. Está se apoderando dos meios de comunicação em peso, seja comprando a opinião dos veículos privados através de patrocínio, seja montando sua própria rede de pseudo-informação, seja calando as vozes opositoras.

Fiquemos atentos, excelências. Não deixemos que os exemplos de países vizinhos se repita por aqui. Não pedimos muito, apenas que a Constituição Federal seja respeitada e possamos nos manifestar livremente, sem mordaça, sem autoritarismo. Pode-se calar algumas vozes por algum tempo, mas não todas as vozes para sempre e uma boca amordaçada torna-se símbolo para que todas as demais bocas gritem.

Espero ouvir manifestações de vossas excelências no plenário, nos jornais, rádios, sites e tevês contra esse desmando branco por parte dos políticos e dos juízes coniventes.

Saudações de um brasileiro preocupado.

Post na íntegra com e-adress dos senadores aqui.

RELACIONADOS

Deixe um comentário

1 comment

  1. Favor, caso possível, enviar para o referido email, o EMAIL de todos os Senadores, Deputados Federais e Estaduais.
    Sds,
    Pensar Caxias