Terça-feira, 6 de dezembro de 2016
Mantenedores mantenedores

“Economia brasileira é caso de emergência de hospital”

Esse é o diagnóstico do economista Paulo Rabello de Castro, em entrevista ao programa Roda Viva

Em entrevista ao Programa Roda Viva da TV Cultura, no último dia 15, Paulo Rabello de Castro, um dos fundadores do Movimento Brasil Eficiente (MBE), comparou a atual situação da economia brasileira – marcada pelo aumento da inflação e das taxas de desemprego associados à queda na produção industrial – a uma gripe muito forte. Assim como na doença, segundo ele, os problemas econômicos do país não se resolverão com analgésicos. “O ápice dessa enfermidade deve estar em algum ponto do segundo semestre deste ano, passando para 2016”, prevê.

Rabello, que também é especialista do Instituto Millenium, criticou a elevação dos impostos e a política de juros altos. “O governo ainda fala em recarga tributária para resolver o seu próprio problema e com os juros mais altos do mundo, pelo menos o triplo da carga financeira em juros em comparação ao que as empresas pagam no resto do mundo. Só isso já é o suficiente para gente pensar numa emergência de hospital para a economia brasileira”.

Segundo o economista, o Ministro da Fazenda, Joaquim Levy, seria o médico da crise econômica. No entanto, ele lembra que a solução para os problemas da economia não dependem apenas da capacidade do ministro. “A economia brasileira precisa sofrer uma transformação”, conclui.

Escreva um comentário

Seu e-mail não será publicado.