Sábado, 3 de dezembro de 2016
Mantenedores mantenedores

Economista explica o impacto da PEC 241

Em parceria com

O economista Carlos Eduardo Gonçalves, do site “Por quê? Economês em bom português, explica que o poder de ação da PEC 241, apelidada como a PEC do teto, não é tão grande como seus opositores tem alardeado. Ele afirma que o gasto público continuará crescendo caso a medida seja aprovada, com a diferença de que, dessa vez, os gastos teriam um limite, um teto. “Nos últimos 30 anos o gasto público no Brasil ficou muito acima da taxa de inflação”, explica.

Carlos Eduardo Gonçalves destaca ainda que a proposta de emenda constitucional 241 também prevê que o orçamento da união seja debatido no Congresso Nacional. Segundo ele, cabe aos deputados e senadores debaterem quanto dos impostos arrecadados serão investidos em infraestrutura, transporte, saúde etc.

Clique e assista!

Escreva um comentário

Seu e-mail não será publicado.