Editores presos no Congo são libertados

Sob acusação de falsificação de uma assinatura, dois editores do jornal “Le Devoir” e “La Nation” foram presos na Democrática República do Congo em março deste ano, e desde então nunca foram a julgamento. Eles foram presos juntamente com um jornalista do “Cameroon Express”, que morreu na prisão em abril. O presidente do Congo, Paul Biya, pediu a libertação dos três profissionais.

Fonte: “The Guardian”

RELACIONADOS

Deixe um comentário