Estudo diz que São Paulo será cidade mais competitiva da América Latina

São Paulo – Um relatório divulgado nesta terça-feira pelo Economist Intelligence Unit (EIU), do grupo editorial que publica a revista “The Economist”, considerou que São Paulo será a cidade mais competitiva da América Latina em 2025.

O estudo, encomendado pelo Citibank, analisou 120 cidades no mundo todo, entre elas 13 da América Latina, e foi apresentado durante o New Cities Summit, que reúne cerca de 800 lideranças, sendo 90 palestrantes de 37 países, para discutir o desenvolvimento sustentável das cidades.

Na classificação global, São Paulo apareceu na 36ª posição. Outras cidades que compõem a lista das latino-americanas mais competitivas são Santiago do Chile, Panamá, Buenos Aires e Cidade do México. A região se destacou por sua força econômica, infraestrutura e transporte marítimo, apontou o estudo.

Segundo Robert Wood, diretor-adjunto de risco-país para a América Latina do EIU, o relatório se baseou em aspectos como força econômica, abertura comercial, infraestrutura, maturidade financeira, características institucionais, sociais e culturais, capital humano e atração global.

Das categorias estudadas, São Paulo, que foi também a cidade que mais melhorou desde 2012, quando ocupava a 61ª posição, obteve uma pontuação baixa no aspecto de abertura do comércio internacional.

“Em um país federativo, quando não há consenso, é difícil a implantação de projetos, principalmente de educação e infraestrutura”, disse Wood.

As primeiras posições do ranking foram ocupadas por cidades americanas, europeias e asiáticas, como Nova York, Londres, Cingapura, Hong Kong e Tóquio, nessa ordem.

Fonte: Exame.com

RELACIONADOS

Deixe um comentário