Felipe Calderón garante proteção à jornalista desaparecida

O desaparecimento da repórter policial Stephania Rodríguez Cardoso e de seu filho, em 8 de junho, retrata o perigo a que os jornalistas estão submetidos no México. A repórter  do jornal “Zócalo de Saltillo” chegou a entrar em contato com uma emissora de rádio e postou um pedido de ajuda em seu Twitter. O presidente do México, Felipe Calderón, disse que Procuradoria Geral da República dará proteção a jornalista.

Indignados com o sequestro, diversos órgãos internacionais como o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ) e o Instituto Internacional de Imprensa (IPI) exigem que as autoridades mexicanas esclareçam o desaparecimento da repórter.

Considerado o país mais perigoso do continente americano para a imprensa, o México registrou 10 assassinatos e 16 desaparecimentos de jornalistas só em 2012.

Mais

 

 

RELACIONADOS

Deixe um comentário