Sábado, 10 de dezembro de 2016
Mantenedores mantenedores

Feriado começa mais cedo para deputados

A sessão da Câmara da tarde desta terça-feira deveria votar três acordos internacionais e 66 recursos de parlamentares, alguns de 1995, que contestam votação definitiva de projetos nas comissões, e que não foram submetidos ao plenário. Mas a sessão durou apenas meia hora devido à obstrução de vários partidos, contrários a apreciação desses recursos. O argumento dos que obstruíram é que esses recursos não poderiam ser aprovados com a pauta da Câmara trancada.

Restou ao 1º vice-presidente da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), que presidia, encerrar a sessão de votação. Como a sessão de quarta não será deliberativa, mas de discursos, os parlamentares não precisam ficar na Casa.

O plenário ficou esvaziado toda a tarde desta terça. Às 18h, alguns deputados se revezavam em discursos. O painel registrava presença de 403 parlamentares, mas, na verdade, apenas seis estavam presentes em plenário. Assim, iniciam o feriado, de quinta-feira, mais cedo.

Cunha viaja para Israel, Palestina E Rússia

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), visita, a partir desta quarta-feira, os parlamentos de Israel, Palestina e da Rússia, onde irá participar do fórum parlamentar dos Brics. Cunha viaja a convite desses parlamentos, e com as despesas pagas. Mas nem todos integrantes viajam nessa condição. Um grupo de deputados compõem a comitiva do presidente, mas a assessoria da Casa não informou quantos são e nem quem está na viagem. A justificativa é que não se sabe quantos vão para o Oriente Médio e quantos seguem para a Rússia. A relação completa deve ser conhecida nesta quarta. Estão na comitiva, entre outros, os deputados Leonardo Picciani (PMDB-RJ), líder do partido na Câmara, e André Moura (PSC-SE), um dos principais aliados de Cunha.

Em Israel, nesta quarta, o presidente da Câmara terá audiência com o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu. Entre outros compromissos, ele se reunirá com membros do Grupo Parlamentar Amizade Israel-Brasil e acompanhará uma sessão plenário do Knesset, o parlamento israelense. Está programada também uma visita ao Museu do Holocausto.

No dia seguinte, na quinta, Cunha visita a Palestina, onde terá um encontro com o presidente da Autoridade Nacional da Palestina, Mahmoud Abbas. Participa também de uma oferenda floral ao mausoléu de Yasser Arafat. Ainda terá reuniões marcadas com representantes do Conselho Nacional Palestino, em Ramalá.

Eduardo Cunha segue no sábado para Moscou, cumpre agenda no domingo e na segunda participa do Fórum Parlamentar dos Brics, que reunirá delegações do Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

Fonte: O Globo.

Escreva um comentário

Seu e-mail não será publicado.