“Financial Times” destaca artigo de Marcos Troyjo sobre “Local-Contentismo”

Marcos Troyjo

O artigo “Local-Contentism and the Clash of Competitiveness“, de Marcos Troyjo, foi destaque no jornal britânico “Financial Times” na semana passada. O autor, diretor do BRICLab da Columbia University e especialista do Instituto Millenium, explicou a forte tendência das economias globais em adotar políticas industriais e comerciais com base em uma noção chamada “Local-Contentismo”, que segundo o especialista, é uma tentativa dos países de aumentar a capacidade de competição no mercado global e atrair investimentos, mas que pode custar caro.

Sem o nacionalismo ou xenofobia que antigamente marcavam a reserva de mercado, o “Local-Contentismo” se dá pela produção de conteúdo local.

Segundo Troyjo, “o mundo montou um palco para a batalha da competitividade”, algo maior que apenas guerras cambiais. No entanto, o especialista alerta que se nações mais avançadas industrialmente também lançarem mão de práticas ostensivas de conteúdo local, será grande a perda de eficiência para a economia global.

O artigo também esclareceu a diferença entre o “Local-Contentismo” e o protecionismo econômico “old school”, este baseado em cotas de importação e barreiras tarifárias criadas para proteger o que é “nacional”. O primeiro visa o investimento estrangeiro direto e faz uso extensivo de compras governamentais como “isca”. Troyjo destaca: “por sua própria definição, Local-Contentismo é sobre ser local, não necessariamente nacional”.

De acordo com Troyjo, o tema, que vem tendo destaque nos debates eleitorais dos Estados Unidos e Europa, pode beneficiar uma nação por alguns anos. No entanto, a longo prazo, espera-se cada vez mais crescentes desequilíbrios econômicos e mais desigualdade internacional.

Como exemplo, o autor dismistifica que a competitividade Chinesa se baseie apenas na manipulação do câmbio, e sim em uma política sofisticada de “Local-Contentismo”, que por um lado é o pilar no qual a China construiu seu poderio econômico, mas por outro é um conceito que outros países estão usando para combater a competitividade do próprio gigante asiático.

RELACIONADOS

Deixe um comentário