gasto-publico-eficienteNo livro “Gasto Público Eficiente” (TopBooks, 2014), escrito por Marcos Mendes, o leitor encontra um diagnóstico detalhado da gestão dos recursos pelo governo brasileiro. A publicação também indica propostas concretas para enxugar o Estado e para controlar o gasto público, tornando-o mais produtivo e eficiente. Já na apresentação, o leitor tem uma boa ideia da posição do autor a respeito da gestão das contas públicas.

“O Estado brasileiro é muito grande, seja qual for a régua que se use para medi-lo: a dívida pública, a carga tributária ou a despesa total. O gasto público elevado e ineficiente, que, ao longo dos anos, forjou um Estado pesado, está entre as principais causas de vários desequilíbrios do país, como o câmbio supervalorizado, a taxa de juros estratosférica, os grandes spreads bancários, a corrupção endêmica, o baixo crescimento econômico. Apesar disso, parcela significativa da sociedade brasileira continua demandando mais empregos públicos, mais incentivos fiscais, aposentadorias em idade precoce. Os períodos de propaganda eleitoral mostram políticos oferecendo mais e mais programas financiados pelo erário. Nenhum deles propõe controlar os gastos, sob pena de ser dizimado nas urnas”, descreve Marcos Mendes.

Deixe um comentário