Governo diz que vai reordenar investimentos

O ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, disse nesta noite de segunda-feira, 27, que o governo vai reordenar prioridades de investimentos, dado o novo cenário da economia brasileira. “Estamos em fase de restrição fiscal”, disse.

“Restrição não significa que projetos serão descontinuados, serão ordenados”, afirmou o ministro. Segundo ele, à medida que a economia voltar a se recuperar, com previsão de reação para o segundo semestre deste ano, o espaço fiscal será ampliado.

Entre as prioridades listadas por Barbosa, estão a finalização da transposição do Rio São Francisco, a continuidade do programa Minha Casa Minha Vida, saneamento, inclusão digital e educação. “O governo fez realinhamento de impostos e, principalmente, controle do gasto público”, afirmou.

Ele ressaltou que o País está em fase de construção de novo ciclo de desenvolvimento. “Desde o fim do ano passado, começamos a propor e a fazer pequenos ajustes”, disse, ponderando que o primeiro passo para o crescimento econômico é estabilidade fiscal e controle da inflação.

As afirmações foram feitas na abertura de encontro internacional sobre infraestrutura e parcerias público-privadas (PPPs) realizado pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), em parceria com a Confederation of International Contractors’ Associations (Cica) e a Federação Interamericana da Indústria da Construção (FIIC).

O evento reúne empresários da construção, investidores, especialistas brasileiros e estrangeiros e representantes do governo federal para discutir novos modelos de PPPs e concessões. O ministro recebeu do presidente da CBIC, José Carlos Martins, um estudo sobre PPPs com sugestões a serem consideradas pelo governo.

Fonte: Exame.

RELACIONADOS

Deixe um comentário