Governo erra cálculo e compromete 13º do funcionalismo

O Governo calculou cinco vezes e reconheceu que errou e os repasses da União para as unidades da Federação neste ano ficarão R$ 8,6 bilhões abaixo da previsão feita em agosto de 2009. Segundo o jornal “A Folha de S. Paulo” é como se “se os Estados e municípios tivessem de viver os 12 meses do ano com o orçamento de 11, sem saber inicialmente que isso ocorreria”.

Além de dificultar a relação de Dilma com os Estados e municípios já no início do seu mandato, o erro compromete o 13º do funcionalismo. As prefeituras são as que mais vão sofrer, pois na maioria dos casos, não possuem  receita própria suficiente. Alguns governadores no último ano de mandato também já temem não ter receita para cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal.

O problema ocorreu porque o aumento da receita do Imposto de Renda e do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), que têm arrecadação repartida, ficou abaixo do imaginado.

Procurado pelo jornal, o Tesouro não quis comentar o caso e respondeu comentando que o repasse até outubro foi 7,1% superior ao do mesmo período em 2009.

Leia Mais:

RELACIONADOS

Deixe um comentário