Governo vai gastar R$ 2,5 milhões em uniformes para voluntários da Copa

O governo vai gastar R$ 2,5 milhões em uniformes para os participantes do programa Brasil Voluntário. O kit inclui capas de chuva descartáveis, mochilas, agasalhos, camisas, calças e bonés. Só as mochilas, que serão entregues aos voluntários e coordenadores da iniciativa, custarão R$ 417,2 mil.

Ao todo serão adquiridas 16.740 mochilas da marca Lubuss, ao custo unitário de R$ 24,92. O Ministério do Esporte, responsável pelo programa, vai fornecer a mesma quantia em capas de chuva. As proteções, que serão distribuídas aos voluntários de todas as cidades-sede, vão custar R$ 18,5 mil.

À exceção dos itens acima, as outras peças dos uniformes serão distribuídas de acordo com o clima de cada cidade. Os voluntários e coordenadores de Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre e São Paulo, com clima frio, receberão duas camisas de manga longa, uma de manga curta, um agasalho acolchoado, uma calça e um boné.

Os participantes do Rio de Janeiro, Brasília, Cuiabá, Natal, Recife, Salvador, Fortaleza e Manaus receberão duas camisas de manga curta ao invés de duas longas e um agasalho impermeável – e não acolchoado. O conjunto custará R$ 2,1 milhões.

O kit para cada voluntário de cidades quentes custará R$ 149,41 e para os de regiões frias R$ 145,67. Os uniformes dos coordenadores se diferenciam apenas na camisa de manga curta, que é do tipo “polo”. Cada um sairá por R$ 169,05 e R$ 155,49, respectivamente.

Até o momento, dos R$ 2,5 milhões, R$ 149,5 mil já foram reservados em orçamento para a compra de 6.000 mochilas e R$ 820,5 mil para a aquisição de uniformes.

Confira as notas de empenho

O montante a ser gasto com os uniformes está dentro dos R$ 30 milhões previstos para serem desembolsados com o programa Brasil Voluntário, divulgados pelo Contas Abertas em março (veja matéria aqui). Na semana passada, também foi publicado no portal da ONG os gastos do governo com o seguro de vida para os voluntários, que custará R$ 60 mil (veja aqui).

Enquanto o Programa de Voluntários da Copa do Mundo da FIFA 2014 sob responsabilidade do Comitê Organizador Local da Fifa (COL) atenderá áreas como estádios, Centros de Treinamento de Seleções e Campos Oficiais de Treinamento, o Brasil Voluntário, sob responsabilidade do Ministério do Esporte, será focado no atendimento em aeroportos e pontos turísticos.

Embora a assessoria de imprensa do Ministério do Esporte tenha afirmado que o programa não foi exigência da Fifa, a entidade diz que “o COL e o Ministério trabalham em parceria desde o início do projeto, trocando experiências e compartilhando informações com o objetivo de oferecer o melhor atendimento para o público”.

Fonte: Contas Abertas

RELACIONADOS

Deixe um comentário