Greve: Governo pode devolver dinheiro do ponto cortado

O governo está disposto a devolver o dinheiro descontado dos servidores federais que tiveram o ponto cortado, se houver reposição dos dias parados.

Está é a oferta mais recente feita pelo Ministério do Planejamento, que, dia 27, deu por encerrada a rodada de reuniões para chegar a um acordo de reajuste com o funcionalismo.

O secretário de Relações de Trabalho do Ministério, Sérgio Mendonça, confirmou que a devolução do dinheiro entrou na mesa de negociações com todas as categorias. Mas deixou claro que isso só ocorrerá se houver reposição do período de paralisação.

Segundo o Planejamento, 11.495 servidores foram alvo do corte de ponto em julho, deixando de receber um valor total de R$ 20,6 milhões.

Nenhum dos 12 sindicatos e confederações de servidores que estiveram no Planejamento no fim de semana assinaram acordo com o governo. A proposta é de reajuste de 15,8%, parcelados em três anos, a partir de 2013. As entidades sindicais vão consultar suas bases hoje e dar uma resposta final até terça-feira.

Fonte: O Globo

Mais

Greve remunerada pode não funicionar

Juarez Dietrich sobre a greve da segurança pública: “É duplamente inconstitucional”

RELACIONADOS

Deixe um comentário