No “Ibmec Conference”, Gustavo Franco faz raio x da economia

Contrariando o discurso oficial, o PhD em economia pela universidade de Harvard e ex-presidente do Banco Central, Gustavo Franco, afirmou que o crescimento da Classe C não é uma conquista das políticas sociais do governo. “Juntos, o Bolsa Família e a previdência social explicam 25% da redução da desigualdade brasileira.”, disse.

Durante a penúltima rodada do “Ibmec Conference”, na última quarta-feira, 30 de maio, o economista, que participou da idealização do Plano Real, atribuiu o crescimento da economia brasileira ao bônus demográfico e a crescente internacionalização da economia brasileira.

“Ocorreu uma importante modificação demográfica. Houve uma redução da taxa de dependência, isto é, na razão entre quem trabalha e quem não trabalha. Essa situação criou o chamado bônus demográfico.”

Franco chamou a atenção para a crescente internacionalização da economia brasileira. “A presença do capital estrangeiro mudou a cara do Brasil. Entre 2000 e 2005, o ritmo de entrada de empresas estrangeiras foi de cerca de 6.000 por ano. Estamos falando de 3 multinacionais se estabelecendo por dia útil no país.”

Questões macroeconômicas

O economista também analisou importantes aspectos relacionados a economia nacional como a redução da taxa de juros e a autonomia do Banco Central. Para Franco, a questão fiscal é o grande limitador da redução da taxa básica de juros. “O problema como os juros são as finanças públicas”, explicou.

Quanto a independência do Banco Central (BC), o especialista foi enfático. “O Banco Central é um órgão acessório. Foi um retrocesso ter transformado o presidente do BC em ministro.”

RELACIONADOS

Deixe um comentário

3 comments

  1. Zazi Aranha Corrêa da Costa

    Lucidez absoluta.Mas qual é o governo “popular” que vai cortar os gastos públicos? Margareth Thatcher viu esse filme…

  2. Zeno Eduardo S.Munhoz

    Quantos e quais os maiores e menores problemas do Brasil em ordem de importância? (+ de 1.000…)
    1-Corrupção
    2-Dívida interna e externa
    3-Juros altos
    4-Impostos altos
    5-Câmbio fora de foco
    6-Concentração do poder no governo federal
    7-Terras improdutivas
    8-Concentração das terras
    9-Apoio aos pequenos (máquinas e assistencia técnica)
    10-Desenvolvimento científio e tecnológico insuficientes
    11-Legislação trabalhista de risco para pequenos e médios empreendedores
    12-Pessoas e famílias sem condições e ou propriedades
    fundamentais como terra, terreno, casa, escolaridade,idade, experiência, trabalho, emprego…
    13-
    14-
    10.005- “PORQUE SEM MIM NADA PODEREIS FAZER – PALAVRAS DE JESUS – JOÃO 15.5

  3. Raymond Frajmund

    porque a pergunta? O fogo? Depende. E relativo.