Israel retirou ameaça a jornalistas

O governo de Israel retirou a ameaça de banir por 10 anos a entrada de jornalistas a bordo da flotilha que pretende furar o bloquio naval do país à Faixa de Gaza.

O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu disse ter pedido que autoridades achem uma solução para os repórteres que estiverem a bordo dos barcos que violarem as leis de entrada de Israel.

O alerta foi feito no domingo pelo diretor do Departamento de Imprensa do Governo (DIG), Oren Helman, que também ameaçou confiscar equipamentos e impor “sanções adicionais”.

Fonte: “O Globo”

Leia mais no site do Instituto Millenium no artigo de Rodrigo Constantino: “Ódio a Israel”

 

RELACIONADOS

Deixe um comentário