Jovens lançam cruzada na web pelo voto distrital

O  jornal “O Estado de S.Paulo” acompanhou a mobilização dos  jovens Emygdio Carvalho, Beatriz Pedreira, Vinícius Russo e Pablo Ribeiro pela reforma política. Entre 24 e 26 anos eles são os principais organizadores do movimento Eu Voto Distrital (www.euvotodistrital.org.br), cuja intenção é reunir, até o fim de setembro, 1 milhão de assinaturas em favor da bandeira.

Eles defendem a mudança do sistema eleitoral para o voto distrital – sistema pelo qual o País seria dividido em pequenos distritos, que passariam a eleger, por meio de voto majoritário, vereadores, deputados e senadores. O projeto possui 22 mil assinaturas  e pretede multiplicar por 50 o número de signatários em menos de dois meses.

“Diante da indagação sobre suas profissões, eles não hesitam e a resposta vem em uníssono: ‘empreendedor social’. O termo talvez seja mesmo o que melhor descreva o trabalho desses quatro jovens, entre 24 e 26 anos, todos profundamente politizados – que, em meio a uma série de empreendimentos e trabalhos free lancers que assumem, encontraram tempo para encampar a bandeira da reforma política.”, diz a matéria.

O cientista político Luiz Felipe d”Ávila, diretor do Centro de Liderança Pública (CLP), é o mentor dos jovens . “Buscava uma forma de mobilizar a sociedade em torno do voto distrital. No fim do ano passado, depois de uma palestra minha sobre o assunto, o Emygdio me procurou e disse que queria se engajar. Ele já tinha experiência de mobilização na internet e foi uma combinação perfeita”, diz o cientista

Fonte: O Estado de S.Paulo

Leia mais sobre o voto distrital no site do Instituto Millenium e assine a petição.

RELACIONADOS

Deixe um comentário