Sexta-feira, 2 de dezembro de 2016
Mantenedores mantenedores

Jovens preferem empreender do que trabalhar em grandes corporações, diz pesquisa

Os jovens brasileiros querem mudar de emprego nos próximos cinco anos ou preferem empreender em vez de seguir carreira em grandes corporações. Os dados fazem parte da pesquisa “Jovens digitais: geração transformadora”, realizada pela Mind Miners e o Centro de Inteligência Padrão (CIP), em julho de 2016 e que analisou tendências sociais, do trabalho e de consumo dos millennials.

A pesquisa, que ouviu ouviu 1.330 jovens nascidos entre 1985 e 1999, aponta que apenas 10% deles disseram que “jamais trocariam o emprego atual”. Já 71% afirmaram que pretendem mudar de emprego ou atividade entre 2 e 5 anos — sendo que 50% deste montante o quer fazer no período mais curto (em até dois anos).

Dos participantes que pretendem mudar de emprego no futuro, 51% pretendem seguir pelo ramo do empreendedorismo e negócio próprio. Por outro lado, 39% preferem atuar em empresas de tecnologias e 38% visam grandes corporações. 45% dos jovens entrevistados vivem na região Sudeste, 25% no Nordeste, 14% no Sul, 11% no Centro-Oeste e 5% no Norte.

A pesquisa mostra que os millennials dão importância às empresas, embora acreditem que muitas delas atuem focando apenas o lucro. 85% concordam que as empresas são importantes para a sociedade, mas 34% que trabalham atualmente em empresas discordam da ideia de que elas atuam de forma ética, principalmente por acharem que seu único interesse seja maximizar lucros.

O estudo, que será apresentado na íntegra no Conarec (Congresso Nacional das Relações Empresa-Cliente), que ocorre em São Paulo entre os dias 13 e 14 de setembro,  também mostra que os millennials apresentam uma visão majoritariamente negativa sobre as instituições políticas. Para 57% deles, “os melhores anos do Brasil ainda estão por vir”, enquanto 43% acreditam que estes anos já se passaram.

Fonte: “Época negócios”.

Escreva um comentário

Seu e-mail não será publicado.