Legislação: prefeitura proíbe carro sujo de trafegar

Em Congonhas (MG), a prefeitura proíbe os moradores a andar de carro sujo desde o final de julho. A infração custa R$ 127 e cinco pontos na carteira de motorista.

A prefeitura alega que, com a lei, pretende evitar que a poeira das áreas de mineração afete a qualidade do ar e provoque danos à cidade histórica, que possui obras de Aleijadinho, e casas tombadas pelo Patrimônio Histórico.

Fonte: Época

Leia mais no site sobre a intervenção do Estado na vida do cidadão em “Nanointervencionismo” de Marcos Troyjo:

“A principal vítima é a própria noção de liberdade. Ela passa, de forma acessória, a significar simplesmente aquilo que não é proibido. Em vez de garantir espaço para criatividade, individualidade e tolerância – pilares que sustentam o conceito substantivo de liberdade. Nos micro-arbítrios, deixa-se de lado algo além de produtividade e liberdade.”

RELACIONADOS

Deixe um comentário