Terça-feira, 6 de dezembro de 2016
Mantenedores mantenedores

Menos de 30% dos municípios têm Wi-Fi

Praças, mercados livres, parques, bibliotecas ou qualquer outro local público com acesso a internet sem fio. A ideia, já parte de políticas públicas de muitas cidades no Brasil, vem ganhando tração no país.

O número de cidades brasileiras que oferecem internet sem fio livre para sua população teve um crescimento relevante em 2014 na comparação com 2012.

Nesse intervalo, a quantidade de municípios com Wi-Fi público cresceu 83,2%, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Segundo a pesquisa Perfil dos Estados e dos Municípios Brasileiros 2014 (PDF), 1.457 das 5.570 prefeituras brasileiras (26,1%) forneciam o serviço em locais públicos. Entre os municípios que adotaram a medida, a maioria está no Nordeste. A região contabilizou um aumento de 242%, bem à frente do Centro-Oeste (87%), Sudeste (80%), Norte (63%) e Sul (61%).

Em relação aos números de 2014, o Nordeste também se tornou a região com mais municípios que oferecem wi-fi público (27,3%), seguida de Sudeste (27,4%), Norte (27,3%), Centro-Oeste (25,2%) e Sul (22,3%).

Entre os Estados, São Paulo é o que possui mais prefeituras com conexão sem fio livre (207), logo atrás estão Minas Gerais (155) e Rio Grande do Sul (116). Proporcionalmente (levando-se em consideração o total de cidades por Estado), os líderes são Roraima (46,7%), Paraíba (46,2%) e Rio de Janeiro (42,4%).

Os Estados com piores índices são Sergipe (16%), Tocantins (15,8%) e Acre (9,1%).

Fonte: Pequenas Empresas & Grandes Negócios.

Escreva um comentário

Seu e-mail não será publicado.