Ministro diz que Dilma vai desonerar a folha de pagamento

É promessa de campanha e o empresariado aguarda. O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, um dos mais próximos de Dilma, disse que a presidente eleita vai retomar as reformas microeconômicas, urgentes para aumentar a produtividade da economia, encabeçadas pelo ex-ministro da Fazenda, Antonio Palocci, mas depois abandonadas no segundo mandato de Lula.

Paulo Bernardo afirmou que  Dilma vai desonerar a folha de pagamento. A medida reduz os custos das empresas e consequentemente, o “custo Brasil”.”A Dilma quer avançar na desoneração da folha. Já tem estudos sobre isso na Fazenda. Seria basicamente fazer o que tentamos quando estávamos discutindo a reforma tributária”, disse o ministro.

Fonte:  Jornal O Estado de S. Paulo.

RELACIONADOS

Deixe um comentário