"Não há democracia sem liberdade de imprensa", diz Hélio Costa em evento em São Paulo

Publicado no “Portal Imprensa” em 01/03/2010:

Acontece, nesta segunda-feira (1), em São Paulo (SP), o 1º Fórum Democracia e Liberdade de Expressão. O evento, organizado pelo Instituto Millenium, começou às 9h no Hotel Golden Tulip, nos Jardins,  conta com a presença de jornalistas do Brasil, Equador, Venezuela e Argentina e tem por objetivo debater as ameaças à liberdade de imprensa na América Latina.

Entre os jornalistas internacionais convidados, estão Marcel Granier, diretor do canal RCTVI – suspenso pelo governo da Venezuela, o colunista do La Nación, Adrian Ventura, e o jornalista Carlos Vera, do Equador.

O presidente do Conselho Administrativo do Grupo Abril, Roberto Civita, abriu o evento, ressaltando que a consolidação da liberdade de imprensa depende da fiscalização e da existência de veículos de imprensa independentes.

Em seguida, o primeiro painel do encontro abordou a conturbada relação entre governos e países da América Latina. Na ocasião, Granier ressaltou que a questão do controle sobre a imprensa na Venezuela não vem do presidente Hugo Chávez, mas é recorrente.

Adrian Ventura, que atua como articulista do La Nacion, relatou a difícil convivência entre veículos de imprensa e o poder público na Argentina. No painel, o jornalista – ferrenho crítico do casal presidencial Kirchner – disse que o Brasil deve permanecer alerta quanto aos problemas vivenciados pelos países vizinhos, para que a situação não se alarde.

O ministro das Comunicações, Hélio Costa, ao ouvir os questionamentos de jornalistas dos países vizinhos, afirmou que se sente mais “à vontade” ao perceber a intensidade dos problemas vivenciados por venezuelanos, equatorianos e argentinos. “Não há democracia sem liberdade de imprensa”, disse o ministro.

A questão eleitoral também veio à tona no segundo painel do evento, intitulado “Ameaças à Democracia no Brasil”. Jornalistas discutiram os prognósticos da liberdade de imprensa, levando em conta os prováveis candidatos que podem assumir a Presidência da República. Tonico Ferreira, da Rede Globo, afirmou que o país encontra-se “amordaçado” pelas leis eleitorais, que dificultam a disseminação de informações.

O evento ocorre até as 19h, no hotel Golden Tulip, na região do Jardins, em São Paulo (SP).

Por Ana Ignácio/Redação Portal IMPRENSA

RELACIONADOS

Deixe um comentário