Quarta-feira, 7 de dezembro de 2016
Mantenedores mantenedores

Neste Natal, os presentes podem ter até 80% de tributos

Neste fim de ano, as confraternizações e presentes, são inevitáveis e também vão fazer a festa do Leão. Mesmo em tempos de crise, o contribuinte brasileiro não escapará da mordida da ferra. Segundo estudo do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação – IBPT, quem pretende reunir a família para a ceia de Natal irá desembolsar pelo menos 29,32% a mais do preço do peru, chester ou pernil, por exemplo, somente para pagar os tributos federais, estaduais e municipais.

Outros produtos muito consumidos nas festividades de fim de ano, como, panetone (34,63%); champagne ou o espumante (59,49%), e nozes (36,45%) já têm os tributos embutidos nos valores de venda, o que encarece ainda mais a comemoração do brasileiro.

Os encargos mais altos se encontram nos presentes natalinos, para alegrar um amigo ou um familiar o consumidor pode chegar a pagar quase 80% em tributos, especialmente em produtos de beleza como, perfume importado, 78,99% e maquiagem importada, 69,04%. Os preferidos do momento são os produtos eletrônicos: os tributos atingem 72,18% no valor do videogame, 39,12% no preço do Ipad e 33,08% do preço do telefone celular.

De acordo com o presidente executivo do IBPT, João Eloi Olenike, “Mais uma vez, os produtos importados, seguidos dos eletrônicos, que de longe são os preferidos da garotada, estão no topo da lista, e a principal razão é o Imposto de Importação, que encarece ainda mais a festa dos consumidores contribuintes.”, explica Olenike.

Confira a matéria completa no site do IBPT.

Fonte: IBPT, 10/12/2015

Escreva um comentário

Seu e-mail não será publicado.