“O conhecimento torna as pessoas mais produtivas”, diz Naércio Menezes

“Baixa qualidade da educação, práticas gerenciais atrasadas, altos impostos, burocracia e falta de concorrência”. Para Naércio Menezes, professor e coordenador do Centro de Políticas Públicas do Instituto de Ensino e Pesquisa (Insper), esses são os principais entraves à produtividade do Brasil.

Um dos palestrantes confirmados para o Fórum Exame 2013, cujo tema central será “Como aumentar nossa produtividade”, Menezes faz um diagnóstico pessimista. “A produtividade está declinando na economia como um todo, especialmente na indústria”, constata.

Durante o Fórum Exame 2013, a ser realizado em São Paulo no dia 30 de setembro, o economista participará do painel “Produtividade no mercado de trabalho. A importância da educação”. Menezes ressalta a relação entre conhecimento e produtividade. “O conhecimento torna as pessoas mais produtivas, o que aumenta a rentabilidade das empresas em que elas trabalham”, pondera.

Como solução para o problema da baixa produtividade nacional, o professor sugere o aumento da competição no mercado. Para tanto, destaca ser necessário reduzir as tarifas de importação, desburocratizar do processo de abertura de empresas e abolir as leis de incentivo às grandes empresas, como aquelas que tratam sobre informática.

De acordo com uma pesquisa da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal), quando considerada a agricultura, o Brasil registrou um índice de produtividade duas vezes maior do que o Estados Unidos. O setor registrou um crescimento médio anual de 3,6% no período de 35 anos.

Para Menezes, a consolidação da atividade agrícola é resultado de dois fatores importantes. “Esse setor vai bem devido à liberalização comercial dos anos 90 e à adoção de novas técnicas produtivas, com o apoio da [Embrapa Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária]”, afirma.

Fórum Exame 2013

Durante o dia 30 de setembro, especialistas de diversas áreas participarão do Fórum Exame 2013. Presidente do Instituto Millenium e ex-presidente do Banco Central, Gustavo Franco, é um dos convidados para o debate “Produtividade como motor do crescimento econômico”.

Já o presidente do Conselho de Administração da Gerdau, Jorge Gerdau Johannpeter, está confirmado para o debate sobre a produtividade das instituições, que também contará com a participação do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa.

Confira a programação completa do Fórum e saiba como participar

RELACIONADOS

Deixe um comentário